plagiocefalia

Caso não, vou falar um pouco sobre ela aqui. Digo logo de início que se refere a uma assimetria craniana.

Meu filho quando nasceu percebemos que tinha algo errado com sua cabecinha, mas até então mãe as vezes nega qualquer problema com seu filho. E comigo foi assim.
Mas quando ele fez 4 meses, não podíamos deixar de perceber e achar que algo estava errado.

Conversamos com o pediatra dele e nos foi recomendado o reposicionamento do nosso pequeno.

Com 5 meses, estava claro que não melhorava nada. Até que um dia assistindo a uma reportagem na TV(aqui enfatizo TV à cabo) em um programa pais de um menino falavam do mesmo problema que o filho teve e que ele fez o tratamento nos EUA.

Naquela hora contatamos que nosso filho tinha Plagiocefalia. Um achatamento do crânio e que a diagonal da cabeça não era proporcional.

Para algumas pessoas isso até hoje é algo apenas estético e não é. Causa sérios problemas nas crianças e adultos. Como: Dificuldade motoro, problemas na arcada dentária, problemas na visão dentre outros como problemas estéticos e psicológicos também.

Decidimos naquela noite mesmo começar a procurar um especialista que realizasse o tratamento. Apenas achávamos no exterior e já estávamos pensando em ir para lá.

Até que eu dormi, de tão cansada que eu estava pois chorei muito. Meu marido ainda ficou vendo o que poderia ser feito.

Pela manhã ele disse que havia conseguido uma clínica em SP, a Cranial Care, a única que fazia e ainda faz o tratamento no país. Que coisa depois de 4 anos, apenas um local realizando o tratamento.

Fomos à SP e constatamos a braquio e a plagio, neste momento começamos o tratamento. Indo de 15 em 15 dias à SP e fazendo sessões de exercícios com meu filho, isso tudo ele com meses ainda. Nós sendo vistos com olhares maldosos e outros curiosos.

O tratamento durou em médio 5 meses, com apoio da família, amigos, pediatra e minha obstetra.

Ah! E se o plano de saúde cobriu? Não, após algum tempo conseguimos o reembolso da órtese(um capacete que a criança usa, modelado para ela, apenas para ela). Mas sinceramente? Ver nosso filho bem e sem problema é o que nos deixa felizes.

Após isso tudo uma mamãe me convidou para administrar uma página no face com ela “Cabecinha Torta”( https://www.facebook.com/CabecinhaTorta) e tenho orgulho de quantas pessoas ajudamos e continuamos a ajudar.

Caso você queira saber mais entre em contato que será um prazer falar mais sobre o assunto.

Contribuição do leitor.
Saiba como participar do blog: http://www.maedoano.com.br/participe-do-blog/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *