PEPPA

Depois que Maroca (2 anos e 4 meses), assistiu Peppa Pig pela primeira vez, foi amor a primeira roncada. Depois disso, nossas vidas mudaram. Não assistimos mais programação nenhuma no horário das 20h30min. Nada de jornal, filmes, programas adultos, até maroca ir dormir é festival de desenho toda noite. E quem disse que ela gosta de assistir sozinha? Quer Mamãe Pig e Papai Pig com ela, ou seja, eu e o pai temos que ficar com ela.

Com o tempo acabamos ficando especialistas em desenhos, conhecemos todos e podemos elaborar teses sobre os mesmos (risos), de tanto que assistimos. Meu marido reclama que não ver mais jornal, mas outro dia, confessou que assistiu Peppa à tarde, pois é, Maria não estava em casa ( risos). Isso é grave ou não é?

Peppa Pig Category Image

O que nos conquistou em Peppa?

Além da carinha rosada e alegre, a porquinha é bonitinha. Tem uma família carinhosa, uma mãe super paciente e amorosa. Um pai super atrapalhado que vive perdendo as coisas, esquecendo outras e caindo de árvores, mas cheio de amor por ela e por seu irmão George. Os avôs, amigos, professores estão sempre por perto da família. São adeptos a agricultura familiar. Fazem programas sempre juntinhos: ir à praia, piquenique, acampar, parquinho, festinhas, todos “juntos e misturados”. Trazem o cotidiano: Uma peça na escola, aprendendo a andar de bicicleta, uma prima mais velha que visita Peppa e ela não quer mais ser vista como criança, um brinquedinho preferido que é perdido, um dia com os avôs, uma nova aluna na escola, dia do aniversário, desentendimento com uma coleguinhas, essas coisas que todo mundo que foi criança já passou.

Peppa Pig tem vários amigos que são animais, assim como ela: São cães, elefantes, gatos, ovelhas (a melhor amiga de Peppa é uma ovelha chamada Suzy), zebras, touros, gazelas e outros. Todos têm famílias e vivem uma rotina humana. E daí se não é verossímil com nossa realidade? Se os animais não vivem assim. Vai me dizer que homens viram aranhas? Que tartarugas fazem artes marciais e falam. Que cientistas se transformam em monstros verdes. É uma fantasia, e elas sabem disso.

Você pode dizer, mas o desenho traz maus exemplos: arrotos, roncos, eca’s. A brincadeira preferida de Peppa é pular em poças de lamas, bem como toda a família, ela se mostra bem competitiva… Para criança isso é engraçado e aos pais cabe conversar, explicar certas coisas, aconselhar. Potencializar os pontos positivos e tentar anular os negativos com conversar e bons exemplos.

No mais, a família Peppa é especial porque dá voz a criança. Peppa e George são ouvidos, tem voz, expressam sentimentos, frustrações, medos. Isso fica claro porque o título do desenho, não é Papai Pig ou Mamãe Pig, mas PEPPA PIG, uma porquinha de 5 anos de idade.

Outra coisa positiva é o senso de humor que envolve a família Pig, por mais difícil que pareça a situação, eles estão lá, vendo os pontos positivos, conversando, ao invés de discutir, se ajudando e geralmente tudo acaba, depois da resolução do conflito, com uma grande, coletiva e sonora gargalhada, daquelas que tiram lágrimas dos olhos e nos fazem ir ao chão de tanto rir.

Assistente social formada pela UFPB, ama sua profissão, mas tem outras paixões e escrever é uma delas. Por isso, cursou Letras até o sétimo período, mas parou quando Maria Paula nasceu e se viu renascendo como gente, como ser vivente. É casada, trabalha, estuda e é mãe apaixonada. Ama poemizar a vida, transformar sentimentos em palavras e é melhor escrevendo que falando.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *