Problemas como irritabilidade, dificuldades para dormir e até cólicas podem ser amenizados com a ajuda da Aromaterapia – garantia de bem-estar para os pequenos e para os pais também

C:UsersCristinaDownloadsbaby-784608_1920.jpg

Bebês podem se beneficiar do poder dos óleos essenciais? De acordo com Sâmia Maluf, aromaterapeuta, aromatóloga e idealizadora da By Samia Aromaterapia, a resposta é sim. “Não há nada melhor do que utilizá-los durante a Shantala ou em banhos aromáticos preparados em ofurô”, justifica. “Os bebês ficam mais tranquilos, passam a dormir melhor e sofrem menos com as cólicas”.

A Shantala é uma massagem que, entre outros benefícios, fortalece o vínculo entre a mãe e o bebê. É uma prática milenar indiana popularizada no ocidente pelo médico francês Frédrérick Leboyer. O nome da prática é uma homenagem à mulher que ensinou o método ao médico – uma mãe paralítica que ele viu massageando seu bebê e que mostrou a ele todos os detalhes da técnica

As manobras devem ser realizadas com cuidado por todo o corpo do bebê. Para facilitá-las, uma sinergia composta por óleo vegetal e óleos essenciais é indispensável. “Além do toque, as sensações provocadas pelos aromas reverberam de maneira positiva e surgem como mais um elemento afetivo e pacificador”.

Segundo Leboyer, as massagens devem ser seguidas de banhos aromáticos, trazendo ao bebê a memória dos tempos em que tudo era calor e conforto, dentro do ventre. “O ofurô apara bebês – que lembra os baldes utilizados na limpeza da casa – ajudam a criar este ambiente acolhedor”, explica Sâmia. “Os pequenos adoram”.

Banhos aromáticos têm como objetivo equilibrar o sistema nervoso, além de ativar o sistema circulatório, alterar humores e, é claro, higienizar o corpo. No caso dos bebês, basta apenas meio segundo para que o sistema límbico – presente no cérebro e responsável por sensações como prazer e bem-estar – seja atingido, produzindo efeitos relaxantes ou estimulantes de acordo com o óleo essencial utilizado.

Tanto para a Shantala como para os banhos aromáticos no ofurô, Sâmia compartilha algumas receitas de sinergias preparadas com óleo vegetal e óleos essenciais. Os óleos essenciais não podem ser aplicados diretamente sobre a pele do bebê, por isso há a necessidade da diluição:

– Para os recém-nascidos, em cada 60 ml de óleo vegetal podem ser diluídos entre uma e três gotas de óleo essencial, passando a cinco gotas para bebês entre 2 e 12 meses e até 10 gotas para os que já tiverem entre um e cinco anos de idade.
– Para cólicas, irritabilidade, sono agitado e choro exacerbado, vale preparar uma sinergia com os óleos essenciais de Lavanda e Camomila Romana. Se a ideia é deixar o bebê ainda mais tranquilo e relaxado, pode-se acrescer à combinação o óleo essencial de Tangerina.
– Para aliviar sintomas provenientes de problemas respiratórios, a indicação é usar os óleos essenciais de Eucalipto Glóbulos e Tea Tree no ofurô, nunca na shantala. “Neste caso, use duas gotas de cada óleo em dois ou três litros de água”, explica Sâmia. Para potencializar a ação, é possível, ainda, colocar cinco gotas de cada óleo num aromatizador de ambientes.
– No banho, para cada 10 litros de água, basta acrescer uma colher de café da sinergia escolhida. Vale lembrar que, para que sejam atingidos todos os benefícios desejados, a temperatura da água é outro fator muito importante: deve estar entre 36º e 38º. “Mas devemos lembrar que cada bebê tem seu limiar, então as mamães devem estar atentas a esta temperatura para que esteja ideal ao seu pequeno”.

Shantala Neles: especialista na massagem fala da importância de utilizar óleos essenciais de boa procedência.

shantala

A psicóloga Patricia Lomonaco, do Shantala Neles, dá cursos de shantala e ofurô em domicílio e também na maternidade do Hospital São Luiz. Usa e recomenda a suas alunas os produtos da By Samia Aromaterapia. “A pele dos bebês é extremamente sensível. Durante a massagem é imprescindível usar óleos vegetais e óleos essenciais de boa procedência, para que a pele do bebê não sofra com alergias”.

 A especialista reforça que, quando o óleo não é de boa qualidade, pode obstruir os poros e fazer mal à pele tão sensível dos pequenos. Durante a massagem, Patricia geralmente usa o óleo vegetal de Semente de Uva – seu favorito – e no ofurô  costuma colocar algumas gotinhas de óleo essencial de Lavanda, para proporcionar um ambiente ainda mais calmante e gostoso.

Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing e comunicação e, além do Mãe do Ano, é responsável pelo Roteiro Baby JP, que divulga a programação infantil de João Pessoa, é presidente da Associação das Mulheres empreendedoras da Paraíba, tem uma banda de músicas infantis – a Catavento Colorido – e desenvolve atividades para crianças através da Colmeia Projetos Criativos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *