Perdi as contas de quantas vezes na minha vida eu já ouvi coisas do tipo: “As crianças na Europa não fazem isso” ou “Duvido as crianças europeias serem assim” e por ai vai.

Uma das coisas que já percebi nesses quase 5 meses vivendo na Europa é que criança é criança em qualquer lugar o mundo, viu?

Que eu me lembre, já tive contato com crianças portuguesas, americanas, inglesas, holandesas, espanholas, argentinas, italianas, francesas e posso te dizer que elas choram, gritam, brincam, comem, dormem, fazem tudo que criança faz. Sem exceção. MESMO. Juro.

A educação independe do país onde se vive. Educação quem dá somos nós, os pais, com  ajuda (ou não) da escola, da família…

Mas dizer que uma criança é de um jeito porque é brasileira ou portuguesa ou francesa ou de qualquer outro lugar do mundo é uma das maiores besteiras (asneiras, como dizemos cá em Portugal) que se pode dizer.

Então, vamos parar de achar/dizer que nossas crianças são piores (ou melhores) do que qualquer outra de outro lugar do mundo. Combinado? 😉

Elas são apenas crianças!

Mariana é paraibana, mas vive atualmente em Aveiro - Portugal. Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing, comunicação e eventos. É fundadora do Mãe do Ano e, além dele, é responsável pelo Roteiro Baby Aveiro, que divulga a programação infantil na cidade de Aveiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *