Muita gente me pergunta o que se pode ou não usar no ambiente de trabalho.

Antigamente eu respondia sempre: use o bom senso… Mas, com o passar dos anos, e depois de trabalhar em diferentes instituições de ramos diferentes, comecei a perceber que não existe muito bom senso em algumas pessoas.

Segundo a Glória Kalil, grande fashionista brasileira, o princípio básico seria: observar como seus colegas se vestem e seguir algumas as regrinhas de ouro, que vamos ver mais na frente.

No meu caso, a primeira parte da recomendação de Kalil não se aplica (rs).

Atualmente, trabalho em um órgão federal, que faz pesquisa sobre primatas. Ou seja, são biólogos, que passam uns tempos em campo e uns tempos no escritório, e muitos deles usam as roupas de campo em ambiente de trabalho.

Acontece que eu não gosto de usar calças folgadas tipo cargo, com camisetas, e tênis ou botas… O que fazer então?

Algumas áreas pedem certa formalidade, mesmo dentro do informal. Dá, por exemplo, para abrir mão da calça social e usar um jeans, camisas, blazers e equilibrar o visual mais descontraído com sapatos de saltos.

formalllooks
Looks mais formais, mas que fogem do terninho sem graça.

 

Outras áreas como a de publicidade, comunicação e arte, por exemplo, permitem o uso de seu estilo pessoal na hora de escolher o que vestir para o trabalho. Aqui entra tudo, desde que não fuja do bom senso das regrinhas abaixo, que valem para todo mundo.

 

informallooks
Roupas mais informais e descontraídas.

Regras de ouro by Glória Khlil:

Como regra geral do “dress code” informal não cabe nunca (e em nenhum ambiente de trabalho):

  1. Look brechó total ou peças muito étnicas: em excesso fica com ar de fantasia mesmo. Dá para manter o estilo, mas todo mundo tem que passar aquela credibilidade, certo?
  2. Peças que mostram a lingerie: calça justa ou transparente demais, um decote inapropriado…
  3. Barriga, cofrinho e lombinho de fora – teste sempre em casa.
  4. Fendas exuberantes demais e costas nuas.
  5. Um look muito balada (principalmente às sextas-feiras, daquele que você sai do trabalho direto para a festa noite adentro).

Bem, meu caso, não posso usar algo muito fora dos padrões da instituição que trabalho, que por se tratar de um órgão ambiental federal, tem uma pegada mais “natureba” não posso usar salto alto de bico fino todo dia e nem taier , mas também não quero usar calça cargo.

Respeitando o “bom senso” e  meus colegas de trabalho, procuro usar jeans, blusa ou camiseta e uma sapatilha ou sandália de salto médio. Nada que cause espante ou desconforto moral aos colegas e nem que vá me trazer desconforto físico.

Look total confort.
Look total confort.

Um dos meus favoritos. estou praticamente a semana toda assim: Jeans, camiseta e sapatilha. Ideal para lugares que não exigem tanta formalidade, como meu local de trabalho.

Vestido coringa.
Vestido coringa.

Quando quero algo mais diferente do jeans uso sempre modelos de vestido que me permitam brincar com os acessórios, mas sem deixar o look muito arrumado.

looks-com-camisa-jeans
Jeans e scarpin.

 

Uma camisa jeans, uma calça estampada, ou até mesmo jeans e um scarpinzinho – Afinal ninguém (eu) é de ferro –   é uma boa pedida para uma sexta feira, para emendar na balada ou uma saidinha com o maridão, que é mais o meu caso (rs).

Então meninas é isso! espero que tenham gostado do post dessa semana e até semana que vem.

Beijos :))

 

Contribuição do leitor.
Saiba como participar do blog: http://www.maedoano.com.br/participe-do-blog/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *