Ler para os filhos desde pequenos é a chave para que eles cresçam preparados para o mundo e bem sucedidos em todos os âmbitos da vida adulta

Mother and daughter reading

O incentivo à leitura desde cedo é fundamental na formação pessoal, intelectual, íntima e até mesmo profissional dos pequenos. Os pais, como principais figuras de referência, são essenciais para que o gosto por ler seja tomado pelos filhos. A leitura feita logo no começo da infância ajuda as crianças a explorarem sentimentos, a própria imaginação e ideias de um jeito divertido e natural.

Além de estreitar os vínculos com os pais, os benefícios da leitura não param por aí. Uma pesquisa do departamento de Sociologia da Universidade de Oxford reforça que ler durante a adolescência aumenta as chances de uma vida profissional bem-sucedida.

Vale acrescentar que ler traz maior capacidade de raciocínio, embasamento intelectual e facilidade para a criança se comunicar e se expressar – visto que a linguagem está estreitamente ligada ao pensamento. Também ajuda o pequeno a ser um leitor assíduo e ter prazer em ler, sem contar que ler e escrever se tornará uma tarefa mais fácil para aquelas que têm contato com livros antes da pré-escola.

A obra Oswaaaaaldo!, da editora DCL, é exemplo do quão importante os livros são na fase de aprendizado da criança. O título traz um macaquinho muito divertido e espoleta – e por isso, identificável com as crianças –  que durante as aventuras que passa na reserva, vai ensinando aos pequenos leitores nomes de diversos animais exóticos, enquanto soletra o alfabeto todo.

Oswaaaaaldo_capa

Sem que a criança perceba, ela adquire novos léxicos para seu vocabulário e ainda tem seu primeiro contato com o alfabeto de modo tão divertido que, com certeza, vai querer repetir a dose!

Outro título que evidencia a importância dos livros no desenvolvimento da moral dos pequenos é o livro Betina Quero-Quero, também da editora DCL. Betina é uma criança que, assim como todas, já nasce sabida e com o “quero!” na ponta da língua. No começo, os papais encantados com a filhinha acham tudo engraçado. Depois, a coisa começa a complicar. A garotinha começa a querer tudo e não sabe discernir o que é seu e o que não é: quer tudo de todos.

maxresdefault

Assim como (e junto com) a Betina, a criança pode entender que ser é mais importante do que ter; que ouvir respostas negativas não é o fim do mundo e que não é preciso (nem devido) querer tudo para ser feliz – e fazer as pessoas ao redor felizes também!

Nada melhor que os pais permanecerem presentes nesse momento em que a aprendizagem acontece simultânea à diversão. A conversa que o livro proporciona num clima descontraído e de carinho entre pais e filhos é importantíssimo não só pelos temas abordados, mas também porque cada instante de leitura com o papai e a mamãe, são únicos para qualquer criança.

Fonte: Site Oxford University
Indicações de leitura: Lilian Comunica – Assessoria de Imprensa e Editorial

Divide o seu tempo de mãe de um casal com o blog e os projetos dele. A rotina materna vai além de cuidar dos filhos: lê, pesquisa, analisa, filtra, inventa as melhores maneiras de tornar a vida de mãe mais leve, sem neuras e com muito bom humor!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *