6daedb2e-3a18-40ec-9362-7f61faaf88eb

O Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica), no bairro de Roger, tem uma opção a mais para seus visitantes a partir deste sábado (15). É que o Museu de História Natural João Aparecido Galdino será reaberto e as pessoas poderão conhecer fósseis, esqueletos e cerca de 100 peças taxidermizadas. O prédio estava fechado para manutenção da sua estrutura, bem com para restauração de algumas peças.

O acesso ao museu é gratuito para estudantes de escolas e universidades públicas. Para os demais visitantes, é cobrada uma taxa de R$ 0,50 por pessoa, sendo isentos idosos e crianças até sete anos. “Quem visitar o museu terá o privilégio de conhecer fósseis, pegadas, ovos, bem como apreender sobre as características de animais como aves de rapina, serpentes, lagartos, peixes e crustáceos, que na natureza são difíceis de ver e no museu você pode contemplar”, afirma Jair Azevedo, diretor do Parque.

52644d51-7191-482c-8a63-aa6dd0ca9250

O espaço recria ainda o habitat natural de cada espécie, de maneira que permite o visitante conhecer os hábitos de aves, répteis, mamíferos e crustáceos. “O espaço retrata biomas como da Mata Atlântica, Serrado, Floresta Amazônica, Caatinga e ambientes aquáticos, que proporcionam entender quais as funções de determinadas espécies no meio ambiente”, ressalta Jair Azevedo. Nele, é possível conhecer também a lenda da Fonte do Tambiá e a origem do Parque.

Museu – O Museu de História Natural foi criado no ano de 2013 em homenagem ao professor João Aparecido Galdino, que foi biólogo, taxidermista e principal responsável pela implantação da técnica de taxidermia na Bica.

O local serve não só para a educação ambiental realizada com os visitantes, como para estudantes interessados na área de biologia. Algumas peças estão armazenadas à disposição da comunidade para exposições itinerantes e palestras, como forma de ampliar a ação educativa sobre o meio ambiente.

O espaço conta com educadores ambientais que agendam e monitoram as visitas dos estudantes. Este funciona das 9h às 11h e das 14h às 16h de quinta a domingo. Mais informações pelos telefones 3218-9713 e 3218-9710.

Taxidermia – É a prática da conservação dos animais, conhecida popularmente como empalhamento. A palavra vem do grego táxis (arranjo, organização) e derme (pele).

Através da técnica da taxidermia, a história da evolução das espécies é conservada e contribui para que estudantes, pesquisadores, educadores e a população em geral tenham acesso a uma grande variedade de animais, inclusive alguns já ameaçados de extinção ou mesmo já extintos.

Parque Arruda Câmara – O Parque está localizado na Avenida Gouveia Nóbrega, s/n, Roger, e funciona de terça a domingo das 8h às 17h, com bilheteria até às 16h. A entrada custa R$1 por pessoa e crianças até sete anos e idosos não pagam.

Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing e comunicação e, além do Mãe do Ano, é responsável pelo Roteiro Baby JP, que divulga a programação infantil de João Pessoa, é presidente da Associação das Mulheres empreendedoras da Paraíba, tem uma banda de músicas infantis – a Catavento Colorido – e desenvolve atividades para crianças através da Colmeia Projetos Criativos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *