O Papai Noel dos Correios nasceu de forma espontânea, entre os empregados que começaram a adotar voluntariamente as cartas. Depois de alguns anos, a empresa incorporou essa iniciativa as suas ações de Responsabilidade Social. Em 2012, o Papai Noel dos Correios completa 23 anos de existência. Desde 1997, a campanha é realizada em todos os Estados brasileiros.

Nos últimos três anos, em todo o País, foram recebidos quase 4,5 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios. Desse total, 2.041.014 atendiam aos critérios da campanha e 71% delas, 1.459.927 cartas, foram adotadas.

Você pode contribuir de duas formas:

Ajudante

Os ajudantes do Papai Noel são as pessoas interessadas em apoiar a leitura das cartas

Papai Noel precisa de muitos ajudantes para ler, cadastrar e selecionar os milhões de cartinhas. É uma atividade não remunerada, feita por voluntários e de grande importância para o sucesso da campanha.

O Papai Noel vai adorar essa ajuda, pois nos últimos três anos foram mais de quatro milhões de cartas recebidas em todo o País.

Vamos participar?

1 – Entre em contato com os Correios do seu Estado.
Metodologia, período, local e horário serão definidos pelo responsável dos Correios na sua localidade ;

2 – Agende uma visita e conheça o trabalho;

3- Estabeleça um tempo fixo para leitura das cartas. Não precisa ser muito tempo, mas a frequência é fundamental.

Padrinho

A campanha Papai Noel dos Correios não solicita presentes diretamente à população, seja por meio de carta ou telegrama

São pessoas, empresas ou entidades interessadas em adotar cartas, ou seja, atender aos pedidos que as crianças fazem ao Papai Noel e doar os presentes.

Como participar:

Entre em contato com os Correios do seu Estado;
– Escolha as cartas que irá adotar;
– No ato da retirada da carta, deverão ser informados nome e telefone de contato;
– Os presentes deverão corresponder aos pedidos formulados nas cartas;
– Não há limite de cartas por padrinho, mas lembre-se de que você é responsável pelas cartas que pegar para adotar. Uma desistência impede que a carta seja adotada por outro padrinho.

Importante

  • Mesmo que seja mais de um brinquedo para a mesma criança, faça um único pacote, utilizando caixa ou papel pardo (reforçado);
  • Caso o brinquedo seja frágil, acondicione-o de forma adequada, utilizando caixa e escrevendo “Frágil” no pacote;
  • Bicicletas devem ser entregues, preferencialmente, em caixas;
  • Escreva o número de identificação da carta na embalagem do presente. Os presentes deverão conter a mesma numeração da carta, pois é este número que identificará o endereço da cartinha adotada;
  • Lembre-se de entregar os presentes nos locais e prazos definidos pelos Correios da sua localidade.

Pontos de distribuição e leitura:

Veja a reportagem que passou no Bom dia Brasil de ontem AQUI.

Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing e comunicação e, além do Mãe do Ano, é responsável pelo Roteiro Baby JP, que divulga a programação infantil de João Pessoa, é presidente da Associação das Mulheres empreendedoras da Paraíba, tem uma banda de músicas infantis – a Catavento Colorido – e desenvolve atividades para crianças através da Colmeia Projetos Criativos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *