Para manter os pequenos saudáveis na estação, os pais devem redobrar os cuidados com a higiene e a alimentação dos filhos

cuidados com as criancas no outono

O outono começa, oficialmente, no dia 20 de março. A estação se caracteriza pelas temperaturas mais amenas – não tão quentes quanto no verão e sem o frio intenso predominante no inverno –, pelas alterações bruscas nas condições climáticas e pela baixa umidade relativa do ar.

Essas mudanças no clima que começaremos a sentir, juntamente com as modificações que elas acarretam em nosso dia a dia – como ficar mais em locais fechados, pouco ventilados, com maior aglomeração humana -, criam um cenário favorável para o surgimento de doenças infecciosas e respiratórias, como gripes e resfriados. Isso é especialmente relevante nos dois extremos da vida: para os idosos e também para crianças que podem estar com seus sistemas imunológicos não totalmente eficazes.

Mais comum nas estações frias, o vírus influenza, que causa a gripe, pode ser transmitido para outras pessoas até um dia antes de aparecerem os primeiros sintomas. A forma mais comum de contágio é por meio de gotículas de saliva expelidas ao falar, tossir ou espirrar, mas também pode ocorrer transmissão por meio das mãos, por exemplo, após tocar superfícies contaminadas, como corrimões, maçanetas e torneiras.

Outra doença que pode surgir nesse período com maior frequência, por ser muito contagiosa, é a conjuntivite viral. Nesse caso, os pais devem ficar atentos a possíveis queixas como irritação, coceira ou vermelhidão nos olhos.

Problemas respiratórios como bronquite e asma também podem acometer as crianças no outono. Mas, incorporando alguns cuidados a sua rotina diária, é possível protegê-las dessas doenças.

Confira quatro dicas para manter os pequenos saudáveis no outono:

1 – Alimentação: os pais devem incentivar que as crianças tenham uma alimentação balanceada e rica em nutrientes, minerais e vitaminas, necessários para fortalecer o organismo e manter o sistema imunológico funcionando perfeitamente. Assim, a criança estará mais preparada para situações que podem levar às doenças da época.

2 – Ingestão de líquidos: no outono, as crianças também devem tomar bastante líquido, principalmente água, para hidratar o organismo.

3 – Higiene: recomenda-se intensificar a lavagem das mãos, sobretudo no ambiente escolar, assim como higienizar brinquedos e objetos de uso comum com bastante água e sabão.

4 – Ambientes fechados: como as crianças são mais vulneráveis a contaminações, o ideal é que elas não permaneçam por muito tempo em locais fechados, que favorecem a proliferação de vírus. A dica é manter o ambiente bem ventilado e com o ar circulando.

Os pais devem sempre ficar de olho nos filhos e, caso notem algum sintoma diferente, o recomendável é levar o pequenos para uma avaliação médica.

Redoxitos®, vitamina C infantil da Bayer

Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing e comunicação e, além do Mãe do Ano, é responsável pelo Roteiro Baby JP, que divulga a programação infantil de João Pessoa, é presidente da Associação das Mulheres empreendedoras da Paraíba, tem uma banda de músicas infantis – a Catavento Colorido – e desenvolve atividades para crianças através da Colmeia Projetos Criativos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *