Estação Ciência Cabo Branco

 A Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer e inaugurada no dia 03 de julho de 2008. O complexo possui mais de 8.500m² de área construída no bairro do Altiplano Cabo Branco. A Estação tem a missão de levar cultura, arte, ciência e tecnologia à população de forma gratuita.

Onde fica:
Av. João Cirillo da Silva, S/N- Altiplano Cabo Branco-Cep. 58046-010 (mapa). 
Porque ir:
  • TORRE – O edifício está sobre um espelho d`água. Possui três andares. No primeiro pavimento um amplo espaço para exposições permanentes e temporárias. No segundo piso além do espaço permanente para exposições, dispõe ainda de uma sala de audiovisual. E no terceiro andar o espaço panorâmico, também conhecido por mirante, onde o visitante tem uma visão da orla marítima da cidade de João Pessoa.
  • AUDITÓRIO – Tem capacidade para 501 pessoas e duas salas para convenções com 200 lugares, além de um conjunto de salas especiais para a formação artístico-cultural de alunos da rede pública.
  • ANFITEATRO – Projetado para acomodar 300 pessoas sentadas.
  • LANCHONETE – Espaço reservado para lanches.
  • ADMINISTRAÇÃO – Bloco na parte posterior do terreno, que serve de apoio à administração, manutenção do conjunto e serviços gerais.
  • ESTACIONAMENTO – São 198 vagas para veículos, incluindo áreas para deficientes físicos e portadores de necessidades especiais.  Inclui também um espaço específico para ônibus escolares e de tursimo.
  • Painel NO REINADO DO SOL – No hall de entrada o visitante vai encontrar um painel, em óleo sobre tela, de 9 metros de comprimentos por 3 metros de altura, de autoria do artista plástico paraibano Flávio Roberto Tavares de Melo. O painel, intitulado “O Reinado do Sol”, foi criado especialmente para compor a Estação Ciência, Cultura e Artes. Nele o artista dividiu o trabalho em cinco blocos e levou cerca de dois meses para ser concluído.
  • Painel XILOGRAVURA CAVALO MARINHO – O grande painel de xilogravura, pintado no lado oeste do auditório da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes é um dos destaques para quem transita por fora do complexo. O painel foi pintado pelos artistas plásticos Wilson Figueiredo e Percy Fragoso com desenho de autoria do artista popular José da Costa Leite, um dos mais importantes e conceituados xilógrafos do país.
  • Acervos Permanentes – Nos jardins da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes estão expostas seis esculturas do artista plástico Abelardo da Hora, adquiridas pela Prefeitura Municipal de João Pessoa junto à curadoria da Estação. O acervo permanente conta, também, com a escultura “Vida”, doada pelo artista plástico Eulâmpio Neto e a obra “Sinergia”, de Sidney Azevedo.
Quando ir:
Terça à sexta-feira e feriados no meio da semana, das 9h00 às 21h00. Finais de semana das 10h00 às 21h00.
Quem vai:
Famílias, casais de namorados, crianças, estudantes.
Quanto custa:
Grátis
Como chegar:
De carro – De qualquer ponto da cidade, seguir em direção à praia do Cabo Branco. Vindo do Aeroporto Castro Pinto, pega-se a BR101 sentido João Pessoa, por fora da cidade, sentido UFPB, bairro Castelo Branco, bairro Miramar, Av. Epitácio Pessoa, praia do Cabo Branco e Ponta do Cabo Branco. Vindo de Recife (PE), Natal (RN), por fora da cidade de João Pessoa, o percurso é o mesmo.
De ônibus –  Ao lado da rodoviária da cidade de João Pessoa, no Terminal de Integração do Varadouro, pode-se pegar o ônibus 507 (na plataforma de cima do Terminal) que segue direto para a Estação.
Contato:
(83) 3214-8303/8270 / Email: ecbartes@joaopessoa.pb.gov.br

Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing e comunicação e, além do Mãe do Ano, é responsável pelo Roteiro Baby JP, que divulga a programação infantil de João Pessoa, é presidente da Associação das Mulheres empreendedoras da Paraíba, tem uma banda de músicas infantis – a Catavento Colorido – e desenvolve atividades para crianças através da Colmeia Projetos Criativos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *