Hoje em dia, alguns dos serviços mais procurados por casais que têm filhos são creches, babás ou escolas em tempo integral. Se a criança passa cerca de 10 a 12 horas com outras pessoas, desde os 6 meses de idade, algumas pessoas podem questionar: Onde foi parar o papel das mães e dos pais na educação dos filhos? Era importante?

Era e continua sendo extremamente importante para o desenvolvimento dos filhos. O apoio, a orientação e o cuidado dos pais são fundamentais para educar crianças felizes, adultos independentes, seguros e boas pessoas no futuro.

Embora eu ache que a educação da criança precise de muito amor, a disciplina também deve exercer um papel vital. Existem princípios e comportamentos que eu acho extremamente importantes para conseguirmos formar seres humanos íntegros e com bons valores morais, profissionais e familiares.

Somos o espelho das nossas crianças

  • Lembre-se sempre de que a criança aprende com o que está ao seu redor. Seja seu melhor modelo. Se você mente, eventualmente a criança aprenderá que isso é o certo a se fazer.
  • Se você critica muito o seu filho, a primeira coisa que ele aprende é julgar.
  • Por outro lado, se você o elogia regularmente, ele vai aprender a valorizar.
  • O que acontece se você mostrar a sua hostilidade à uma criança? Ela vai aprender a brigar.
  • Se for ridicularizada com frequência, a criança se tornará uma pessoa tímida/introspectiva.

  • Faça seu filho ver que as ideias e opiniões dele são levadas em consideração, assim, ele se sentirá bem consigo mesmo, mas também aprenderá que nem tudo será sempre como ele quer.Se a criança vive em uma atmosfera onde se sente cuidada, integrada, amada e necessária, aprenderá a distribuir e encontrar o amor no mundo.
  • Concentre-se no fato de que seu filho está crescendo e se desenvolvendo da melhor forma possível. Se ele está se esforçando, valorize o lado bom da criança, para que não haja espaço para o mal.
  • Sempre ouça ao seu filho e responda quando ele se aproximar de você com uma pergunta ou um comentário. Se estiver realizando uma tarefa importante que não pode ser prontamente interrompida, explique-o que assim que terminar, poderá respondê-lo.
  • Respeite seu filho, mesmo que ele tenha cometido um erro. Apoie-o e corrija-o.
  • Você deve estar disposto a ajudar seu filho se ele estiver a procura de algo, mas também deve estar disposto a deixá-lo encontrar as coisas sozinho.

Educar nunca é uma tarefa fácil. Mas quanto mais eu leio e pesquiso sobre o assunto, mais percebo que temos opções. Não precisamos ser devotos a um ou outro princípio educacional, mas sim buscar o que é melhor para a nossa realidade, rotina e nossa família. Mas o mais importante ainda é ser o melhor exemplo que podemos ser.

Formada em Nutrição, divide o tempo de trabalho entre a clínica, alimentação escolar e fotografia! É mãe de um super herói, blogueira desde a adolescência, meio nerd, adora música, moda, séries e filmes.

1Pingbacks & Trackbacks on Onde foi parar o papel das mães e dos pais na educação dos filhos?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *