O pré-natal de alto risco, conhecido também como gestação de alto risco, consiste em gestações nas quais fatores externos à gestante ou de saúde podem interferir no desenvolvimento saudável da gravidez, afetando tanto o crescimento do bebê, quanto a estabilidade médica da própria mulher.

Os fatores que determinam uma gestação de alto risco só podem ser identificados a partir do acompanhamento do pré-natal realizado por um médico obstetra que terá as condições de solicitar exames complementares e compreender todas as incertezas da mulher, auxiliando-a durante este período. Por apresentar maiores riscos à saúde da gestante e do bebê, o pré-natal de alto risco exige visitas mais frequentes ao especialista que acompanha a gestação, assim como a realização de exames complementares e em alguns casos, repouso intenso.

Quais fatores influenciam o pré-natal de alto risco?

O risco existente na gestação será influenciado por diversos aspectos de saúdo e de exposição da mãe e, portanto, devem ser apresentados a um obstetra para que ele possa avaliar a gravidade da condição materna. Alguns aspectos que podem influenciar a condição materna são:

  • Medicina Fetal;
  • Infecções/patologias cervical e vulvar/cardiopatia;
  • Endocrinopatias, neuropatias e psicopatias;
  • Hipertensão, doenças reumatológicas, renais, neoplásicas, hepáticas e hematológicas;
  • Complicações obstétricas.

Entre os fatores que mais influenciam um pré-natal de alto risco destacam-se a idade materna, caso seja inferior a 17 anos ou superior a 35 anos, consumo de álcool, drogas e tabaco e doenças como hipertensão e diabetes.

Aspectos socioeconômicos podem influenciar o pré-natal?

Além de fatores relacionados diretamente à saúde da paciente, outros aspectos ambientais podem ser determinantes na condução de uma gestação mais saudável. O bem-estar da mulher e daqueles que convivem com ela são fundamentais para manter a estabilidade da gestação, visto que estresse, depressão, ansiedade e nervosismo podem afetar diretamente a gestante e o bebê, prejudicando o desenvolvimento fetal e a tranquilidade do parto.

Como evitar uma gestação de risco?

Quanto mais exposta a fatores ambientes desgastantes, mais riscos podem ser desenvolvidos durante a gestação, portanto, uma forma de evitar riscos neste período é ter um ambiente diário agradável. Também é fundamental que haja um acompanhamento médico adequado para que qualquer risco relacionado à saúde possa ser identificado e devidamente tratado.

Indica-se ainda que a mulher mantenha uma alimentação adequada, pratique exercícios físicos indicados para a gestação e evite o consumo de substâncias que possam ser prejudiciais ao bebê e ao desenvolvimento da gravidez para evitar ou controlar o pré-natal de alto risco.

Mariana é paraibana, mas vive atualmente em Aveiro - Portugal. Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing, comunicação e eventos. É fundadora do Mãe do Ano e, além dele, é responsável pelo Roteiro Baby Aveiro, que divulga a programação infantil na cidade de Aveiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *