Todos sabem que o momento de escolher um nome para um filho ou filha é algo bem complicado. Normalmente os pais querem homenagear um jogador de futebol e as mulheres desejam que tenha significado. Só que na Europa isso é mais difícil ainda, porque apenas alguns nomes permitidos em Portugal pelo registro civil é que podem ser usados.

Se no Brasil é possível escolher alguns bem egocêntricos, por exemplo: Fotocopia, Florisvaldo, Etvan e Elemarcos, lá em Portugal não é assim. Existe uma lei que impõe que apenas alguns nomes sejam permitidos e podem ser usados. Se você deseja saber quais são, esse texto irá responder essas perguntas nos tópicos abaixo.

Por que alguns nomes não são permitidos em Portugal pelo Registro Civil?

A Europa foi o berço da civilização, portanto, alguns países conservam leis de séculos passados. Em Portugal é assim, ou seja, existe uma lei que diz que todo cidadão português deve ter um nome que foi usado. A ideia central é fazer com que uma pessoa tenha um nome correspondente ao sexo dela e assim evitar confusões.

No Brasil, alguns homens e mulheres possuem o nome Magela, ficando bem complicado de saber o sexo. Para alguns é algo polêmico o estado se meter até no nome, porém a realidade é que isso acontece. O melhor de tudo isso, é que a lista não é pequena e encontrar um bom nome para o seu filho ou filha será fácil.

Como é essa lista de nomes para crianças?

O processe é muito simples e será padronizado para todos, portanto, é algo bem vantajoso. Os passos para fazer isso são simples e serão mostrados abaixo na forma de um passo a passo, veja:

  • Quando os país desse bebê forem registra-lo no Cartório (Notário lá em Portugal) será passado uma lista de nomes;
  • A partir disso, o pai ou a mãe terão a opção de escolher um que seja permitido;
  • Obviamente que terá um livro especial para meninos e outro para meninas.

Uma vez feito tudo isso, o registro é liberado e aquele nome pode ser usado por aquela criança pelo resto da sua vida.

Nomes mais comuns que estão sendo utilizado em Portugal?

Não importa muito o país, fato é que sempre existirá um modismo muito grande e as pessoas se baseiam nisso. Portugal não é diferente, portanto, alguns nomes estão sendo mais comuns do que outros.

É necessário então citar os nomes para meninos e meninas que estão em evidência, sendo também permitidos. Pois é, não tem nada melhor do que saber e assim ter a chance de já ir pensando naquilo. Veja melhor abaixo:

  • Ana
  • Beatriz
  • Carolina
  • Francisca
  • Inês
  • Leonor
  • Maria
  • Mariana
  • Matilde
  • Sofia

Nomes masculinos mais comuns em Portugal atualmente

  • Afonso
  • Duarte
  • Francisco
  • Gabriel
  • João
  • Martim
  • Miguel
  • Rodrigo
  • Santiago
  • Tomás

Como posso consultar a lista?

Para que a consulta aos nomes permitidos em Portugal pelo registro civil é muito simples. Existirá dois caminhos fáceis e que podem ser feitos para que seja mais fácil de saber os nomes. Confira ambos abaixo:

  • Cartório notarial em Portugal;
  • Através do site do Instituto Registros e do Notariado (IRN), que pode ser acessado por esse link.

Tudo vai depender apenas daquilo que você preferir, porém conferir pela internet é sempre muito mais rápido. A ideia da tecnologia é justamente essa, ou seja, servir a todos e fazê-lo economizar tempo.

É possível escolher um nome fora dessa lista

Sim, só que será necessário que o IRN libere e normalmente esses pedidos podem demorar um pouco. Para aqueles que são estrangeiros ou são naturalizados, a situação é diferente e o IRN costuma liberar.

Alguns nomes de artistas são permitidos, por exemplo: Adele, Rihanna, Kurt, Dave, Zidane, Lionel, David. A grande questão é que novamente é necessário pedir autorização para IRN para que tudo fique dentro da lei.

Como registrar uma criança em Portugal?

O processo é todo rápido e é possível conseguir o registro do próprio hospital, ou seja, é vantajoso. Sabendo os nomes permitidos em Portugal pelo registro civil basta que o pai da criança faça tudo sozinho. Antigamente era necessário esperar alguns dias e a mãe precisava ir pessoalmente até o cartório de registro.

A partir de 2015 tudo mudou e hoje apenas um pode ir, ou seja, é uma grande economia de tempo. Sem contar que também é importante para a mãe, porque durante o resguardo é importante repousar, ou seja, não é permitido excessos.

Tempo para registro do filho e custo a certidão de nascimento

O registro deve ser feito em até 20 dias e como tudo é feito do próprio hospital, os registros são bem rápidos. O custo para a primeira certidão é gratuito, porque é um direito garantido pela lei e que todos tem acesso. O mais importante é se atentar aos nomes permitidos e assim fazer tudo da forma correta.

Via: Nomes top

Mariana é paraibana, mas vive atualmente em Aveiro - Portugal. Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing, comunicação e eventos. É fundadora do Mãe do Ano e, além dele, é responsável pelo Roteiro Baby Aveiro, que divulga a programação infantil na cidade de Aveiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *