mentira

Uma das coisas que mais me irrita é quando as pessoas começam com joguinhos e mentirinhas para o meu filho.

Coisas como, por exemplo:

– Vamos ali no quarto pegar um brinquedo, Aécio. Sua mãe não vai embora. – Sabendo que eu fui deixa-lo lá e preciso ir trabalhar naquele exato momento e, provavelmente, até já devo estar atrasada e, vou, sim embora.

– Olha, Aécio, se você não se comportar, amanhã a gente não vem de novo. – Mas você sabe que amanhã não vai poder ir porque já tem milhares de coisas programas com as amigas e, claro, não vai desmarcar para ir curtir a praia com ele.

E por ai vai… Mas, não entendo o porque ou para que isso. Juro!

É mais fácil mentir do que conversar, explicar e argumentar?? Acho que o trabalho é o mesmo, não? Porque então?

As pessoas estão tão acostumadas à mentir para as crianças que fazem isso sem sentir, né? É o que me parece.

Até quando vamos tratar nossas crianças como idiotas?

Quando as pessoas vão se convencer que devemos conversar e explicar para que elas entendam como as coisas acontecem e não se tornem adultos dissimulados, idiotas e mentirosos, como nossa geração atual? Até quando precisarei engolir seco quando essas coisas acontecem e fingir que não escutei? Ou vou pra sempre precisar chamar atenção de quem o faz? :/

Mariana é paraibana, mas vive atualmente em Aveiro - Portugal. Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing, comunicação e eventos. É fundadora do Mãe do Ano e, além dele, é responsável pelo Roteiro Baby Aveiro, que divulga a programação infantil na cidade de Aveiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *