Esse ano meu filho completa 10 anos. Às vezes pensar nisso me soa estranho, porque não deu para sentir esse tempo passar. Parece que correu, passou voando, na velocidade anos luz.

Um dia ele era um pacotinho que dormia derramado no meu peito. Hoje ainda é uma criança que gosta um monte de aconchego, mas tão grande. E digo grande não só no tamanho, mas grande em conquistas. Talvez ele nem saiba como é um menino forte, guerreiro, dedicado, sensível, sensato, honesto, carinhoso, doce, puro. Viver com ele é um aprendizado eterno, ele me ensina sobre o amor, a amizade, a alegria, a resiliência, o companheirismo, a importância de se ter esperança. De continuarmos sendo seres realmente humanos, que lutam pelo que acreditam e por um mundo melhor.

Ele é aquele menino que tem a ideia de cantar no microfone ao vivo uma música em minha homenagem no dia das mães do meu trabalho (e eu chorei cada vez que vi o vídeo dessa homenagem por semanas). É aquele que ao perceber que eu não ganhei nenhum presente de Natal ou ovo de páscoa, cede um dele pra mim. É aquele que nota quando estou cansada ou doente e diz que vai cuidar de mim (e olhe que ele cuida mesmo). É meu companheiro de filme, de música, de desenho animado, de Lego, de danças, de praia, praça, parque teatro… Com ele as coisas parecem sempre melhores.

Claro que nem tudo foi fácil. Na vida nunca é. Passamos por um monte de perrengues juntos… Cada médico, cada hospital, cada sala de espera de exame, cada dia em que tudo dá errado, cada noite que o choro foi inevitável, cada momento em que nos sentimos irrelevantes nesse mundo tão grande, nessa sociedade tão superficial, preconceituosa, desumana, fria, individualista. Eu sempre tento conduzi-lo para o caminho certo, e ele sempre segura minha mão e me leva com ele para a luz.

“Tu é trevo de quatro folhas, é manhã de domingo à toa, conversa rara e boa. Pedaço de sonho que faz meu querer acordar pra vida…”. Ele sempre diz que sorte tem de me ter como mãe. Meu amor, a sorte e a honra é toda minha de poder ser sua mãe.

Formada em Nutrição, divide o tempo de trabalho entre a clínica, alimentação escolar e fotografia! É mãe de um super herói, blogueira desde a adolescência, meio nerd, adora música, moda, séries e filmes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *