As colunistas da TPMlistam as fases do desenvolvimento das mães, em dez anos de maternidade:

Eu e Aécio
Muito se fala das fases do desenvolvimento de uma criança. Mas, como a gente sempre se propôs a falar mais da condição de ser mãe do que propriamente de filhos, aproveitamos os dez anos da Tpm para fazer uma análise das fases pelas quais as mães também passam em seu desenvolvimento. Afinal, em uma década, a experiência da maternidade se transforma completamente.
0 a 3 meses – mãe-espanto. Tudo é novidade, surpresa e insegurança. Mas o que espanta mesmo é o tamanho das olheiras que você ganha por não saber mais o que é uma noite inteira de sono.
4 a 9 meses – mãe-canguru. Seu bebê vive no colo e você vive com dores nas costas. É o período em que as mães falam “não vejo a hora de começar a andar”, sem saberem que é aí que o trabalho começa.
10 a 24 meses – mãe-sombra. Fase da conquista do movimento: engatinhar, andar, correr. Sua principal função nesse momento é andar como uma sombra atrás da criança, para evitar tombos e machucados.
3 a 6 anos – mãe-superpoderosa. É a melhor fase da maternidade. Você é ídola absoluta daquela pessoinha, que agora ainda por cima já conversa e tem um pouquinho de juízo. É a fase dos porquês, das primeiras descobertas. É quando você acaba organizando melhor seus valores e sua visão de mundo na tarefa de tentar explicá-los a uma criança.
7 a 10 anos – mãe-amiga. Você continua importante na vida da criança, mas já não é o centro do mundo. Nessa idade, ela já tem personalidade bem própria e vira uma ótima companhia de viagens e programas culturais.
Depois, é só esperar uns dois ou três anos que logo uma enxurrada de hormônios vai transformar a mãe-amiga em uma terrível entidade a ser combatida: a mãe-establishment.

Ah, as maravilhas da adolescência…

Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing e comunicação e, além do Mãe do Ano, é responsável pelo Roteiro Baby JP, que divulga a programação infantil de João Pessoa, é presidente da Associação das Mulheres empreendedoras da Paraíba, tem uma banda de músicas infantis - a Catavento Colorido - e desenvolve atividades para crianças através da Colmeia Projetos Criativos.

5 Comments on Mães de zero a dez

  1. Juh Barreto
    27/11/2011 at 13:46 (6 anos ago)

    Ahhhhh que demais!!!
    Vou virar leitora assídua do seu cantinho amiga. Afinal… em breve serei "mãe do ano" e já vou estar SUPER bem preparada com a sua ajuda. rsrs
    Adorei conhecer o seu fofo e sorridente Aércio e adorei conhecer vc 🙂
    Beijos e mais beijos

    @JuhBarreto
    http://www.territoriodemeninas.com.br

    Responder
  2. Mariana Carneiro
    27/11/2011 at 14:29 (6 anos ago)

    AAeee!! Espero ajudar de verdade, Juh!!
    =D

    Responder
  3. Uyara Vasconcelos
    28/11/2011 at 23:57 (6 anos ago)

    Nossa, que legal, e realmente parece ser válido neh, nao sei, nunca fui mãe… infelizmente, esse é um grande sonho da minha vida!

    Responder
  4. Mariana Carneiro
    29/11/2011 at 01:10 (6 anos ago)

    Bom, eu só posso falar o q vivi até agora, né? Aécio está com 8 mses, mas já está engatinhando, ficando em pé e querendo começar a andar.. Affff

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *