maeefilho

Falo com muitas mulheres mães diariamente. É 95% do público da lojinha. E, no meu cotidiano, é com elas o meu contato diário, seja no meu prédio, na entrada da escola, enfim, falo muito com mulheres. rs

E observei nesses casos que muitas trabalham fora, para responderem à uma sociedade. Para não serem vistas como dona de casa, aquela que cuida “apenas do marido e dos filhos”.

É um assunto delicado, então espero que eu consiga me expressar de forma clara aqui.

Quando fiquei grávida do José Inácio e decidi abrir a lojinha, eu não imaginava quantas vezes eu ouviria:

“Mas vai parar de trabalhar?”

“Mas vai ficar em casa cuidado de filhos e marido?”

“Ahh, eu sempre vejo você por aqui, você não trabalha fora não?”

São apenas algumas perguntas dentre várias que já respondi nesses quase 3 anos de loja. E, no início, isso me incomodava MUITO.

Eu não estava preparada e jamais imaginei que existia essa resistência, pra não falar preconceito porque acho uma palavra meio forte para essa situação.

Mas o fato é que poucos entendiam, que eu trabalhava em casa. E MUITO! Para minha família e pra loja. Gente, é trabalho que nunca acaba. Acredite!

Existem muitos casos e acho que é a grande maioria, de mulheres que PRECISAM trabalhar fora para complementar a renda, das que tocam suas vidas com seus filhos sem ajuda financeira do pai da criança, as que são a única e exclusiva renda da família, enfim, não me refiro à esses casos.

Meu questionamento é: Quantas mulheres trabalham apenas para não responder perguntas como as que eu vivo respondendo ?

Apenas para não dar satisfação à uma sociedade em que diz que devemos ser bem sucedidas em nossas carreiras, me entendem?

Quantas mulheres tem receio de dar uma pausa na carreira para curtir os primeiros anos dos filhos e depois retomá-la?

Me conta: o qual sua impressão sobre esse assunto?

Pode ser por email… Fique à vontade!

Empresária proprietária da Mãe Club, professora, Esposa, Mãe de 4 filhos e Blogueira. Com o nascimento do caçula, decidiu virar Mãe Empreendedora e trabalhar em Home Oficce e ser feliz vendo as crias cresceram de perto. Feliz, de bem com a vida, as vezes chata, mas do bem!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *