image

Engravidei bem jovem, com 21. Aconteceu sem querer, mas, apesar das dificuldades, minha filha, hoje com nove anos, foi um dos melhores presentes que a vida me deu. (Clichê?)

Mas acho que não deve ser fácil ser mãe em idade nenhuma. Mesmo aquela mulheres que planejam bem certinho suas vidas (se formam, obtêm sucesso no trabalho, juntam dinheiro, se casam e só depois têm filhos), mesmo estas, devem ter seus medos, dúvidas e angústias.

Se não é fácil para elas, imagina pro resto (no Brasil, 55% das gestações não são planejadas).

Esse é meu caso. Nunca antes havia pensado em ter filhos, por isso, quando me vi grávida, a ficha demorou a cair.

Entretanto, uma gravidez não planejada, não significa não desejada, e isso minha filha foi muito. A cada dia que passava me apaixonava mais por aquele serzinho que crescia dentro de mim. Paixão essa que nunca pára de aumentar. Depois que ela nasceu, não pensei em ter mais filhos por inúmeras razões (faculdade não terminada, trabalho, falta de tempo…). Mas acho que a maior delas é que nao tinha vontade, uma vontade mesmo, que dá em algum momento da vida, de ter filhos. É um click que dá (pelo menos comigo foi assim). Esse click só aconteceu há dois anos.

Engravidei de novo e agora tenho mais uma filha de 11 meses.

Conclusão: por falta de planejamento, tenho filhas com diferença de 9 anos. Tem gente que diz que sou maluca em ter mais de um filho nesse mundo, que sou mais maluca ainda de ter tido tão depois da primeira. Mas como tudo na vida, existem as vantagens e as desvantagens. Elas estão em fases bem diferentes, então é um pouco mais difícil administrar a rotina das duas ao mesmo tempo, mas a mais velha me ajuda bastante. E tive que começar tudo de novo (essa parte é ruim pra muita gente, mas eu adorei, pois já estava com saudades).

Mesmo depois de tudo isso continuo com dúvidas, frescuras e neuroses (diferentes das de antes), mas ainda assim, passaria por tudo de novo. E mais, se pudesse teria mais uns três filhos. Loucura? Ser mãe já é.

Contribuição do leitor.
Saiba como participar do blog: http://www.maedoano.com.br/participe-do-blog/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *