20150106_184247

Meu primeiro post em 2015, então ainda posso desejar Feliz Ano Novo! =D

Como alguns sabem eu sou a mãe do Benjamim, um bebê muito esperto e simpático que completou 6 meses recentemente, e então começamos uma nova fase, sua introdução alimentar. Durante esse tempo eu me informei bastante sobre como ofereceria os primeiros alimentos para o Ben, e controlei minha ansiedade alimentando-o exclusivamente com o meu leite.

Sobre sua introdução alimentar, eu tinha uma certeza, de que seria da forma mais saudável possível, porque eu quero que o meu filho tenha uma boa relação com o alimento no futuro, e seguindo essa ideia me deparei com o BLW, que é um método diferente do convencional “papinhas” para introduzir novos alimentos ao bebê. A sigla BLW (baby led weaning) significa “bebê lidera desmame”, ou seja, o bebê tem total autonomia em sua alimentação.

Assim que conheci a técnica fiquei encantada, mas confesso que senti um pouco de receio em oferecer um alimento inteiro para o meu filho ao contrário das famosas papinhas, mas logo listei alguns benefícios e resolvi mergulhar nesse método e para minha alegria o Ben amou! Eu até tentei amassar a banana uma vez e dar pra ele, mas ele ficou totalmente disperso e sinceramente não foi prazeroso, mas quando eu entrego o alimento na mãozinha dele ele analisa, deixa escorregar nas mãos, joga e pega de novo, lambe várias vezes e finalmente come, e eu fico toda orgulhosa em ver meu pequeno tão feliz descobrindo a vida.

Abaixo fiz uma lista dos benefícios do BLW, veja:

  • O bebê aprende a mastigar primeiro e depois engolir
  • O bebê come o que quiser, na velocidade que quiser sem a pressão dos pais, o que o incentiva a ter maior confiança
  • Auxilia no desenvolvimento motor da criança
  • Descobre o sabor de cada alimento separado
  • O alimento mantém suas propriedades importantes, pois as fibras não são trituradas, e assim auxiliam num bom o funcionamento intestinal.
  • Como o bebê como devagar e aprende a mastigar sua comida, também combate a obesidade infantil.
  • Não precisamos procurar infinitas receitas de papinhas, pois o alimento é oferecido separado para o bebê.
  • O bebê pode participar da refeição com toda a família sentado em seu cadeirão.

Preste atenção:

  • A introdução alimentar não deve ser iniciada até que o bebê tenha pelo menos 6 meses e sente completamente
  • Os alimentos devem ser cortados num tamanho que o bebê consiga segurar, de forma geral maior que o seu punho.
  • É normal o bebê se engasgar durante a refeição (isso acontece inclusive durante a ingestão de leite materno), mas devido a seus reflexos, ele colocará o alimento pra fora e aprenderá o tamanho correto para engolir.
  • No começo talvez seja bom retirar cascas e sementes
  • Legumes podem ser cozidos no vapor e cortados em forma de palito.
  • É interessante dar o mesmo alimento por alguns dias e observar se terá algum tipo de reação alérgica até introduzir um novo alimento.
  • Nunca é tarde para iniciar o BLW, você pode colocar o bebê em sua cadeirinha e dispor alguns alimentos para ele, tenho certeza de que você se surpreenderá.

O que eu posso dizer é que introduzir alimentos por BLW é confiar em si mesma e no seu bebê, é fortalecer ainda mais o vínculo que estabelecemos durante a amamentação, é muito amor!

Esposa do Junior e mãe do Benjamim, paulista que mora em João Pessoa. Cursou gastronomia na faculdade, mas trancou para realizar um serviço voluntário, e foi lá que conheceu seu esposo. Já trabalhou como personal chef e, também, como chef de cozinha num studio fotográfico, onde fazia pratos que eram fotografados para cardápios, livros de receitas etc. Cozinhar é sua paixão!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *