A música está presente em nossas vidas quase o tempo todo, desde a infância. Ouvimos música na maioria dos lugares que frequentamos e até mesmo nos programas que assistimos. E ter este contato permanente com a música é algo positivo e que pode e deve ser incentivado também no ambiente educacional.

A música possui diversos benefícios para o desenvolvimento das crianças. Conversamos com a educadora Flávia Reis, educadora da Fura Bolo, creche na Barra da Tijuca, para conhecer mais este benefício e sabor, e, como nós, mamães e papais, podemos também tornar a jornada da educação infantil, mais musical!

“A música é mais do que uma expressão artística, é também uma forma de ajudar as crianças a socializar e a se expressarem melhor. Por isso o contato com sons e instrumentos deve ser incentivado ainda na primeira infância”, declara Flávia.

A música é um canal no qual os pequenos podem canalizar suas relações interpessoais. Quando são pequenos, as canções e batuques durante as brincadeiras ajudam na expressão de sentimentos, na construção das relações sociais, a entender melhor as regras sociais e tudo isso sem falar que tudo é feito acompanhado de muita diversão.

Como incentivar a educação musical

Música e educação infantil

Pais e educadores devem incentivar o contato com diversos tipos de música, seja erudita, popular ou instrumental, pois desta forma o universo musical da criança será ampliado. A curiosidade pelo novo também é incentivada quando as crianças têm contato com diversos ritmos musicais e podem experimentar instrumentos diferentes.

Pais e mães devem ficar atentos se a música está fazendo parte da rotina dos seus filhos. Caso a música não esteja inserida no dia a dia, verifique junto a creche ou escola se é possível ampliar esta interação. E faça você sua parte também…. Ligue o rádio, telefone etc. E deixe a música entrar!

Filho da Tania, estudante de Publicidade e Propaganda, ator e apaixonado por assuntos ligados à saúde e bem-estar. Divide seu tempo entre a faculdade, estágio e às publicações do blog.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *