Saber administrar bem o tempo é uma das fórmulas para uma vida com mais qualidade. No entanto, será que existe um momento certo para começarmos a aprender a fazer a nossa gestão do tempo?

De acordo com Christian Barbosa, um dos maiores especialistas do país em gestão do tempo e produtividade, quanto mais cedo as pessoas tiverem contato com boas práticas de produtividade, melhor. “Precisamos entender e aceitar que grande parte dos problemas de produtividade que temos na fase adulta é resultado de um passado sem organização. Isso cria um modelo mental urgente, onde tudo é feito na última hora. Ou seja, aqueles que não conseguem se planejar e administrar bem o tempo, provavelmente, quando era criança deixava os deveres de casa e as tarefas escolares para depois, não existia um planejamento da rotina”, explica.

crianca-dormindo-relogio-12222

O especialista também pontua que geralmente a criança faz isso porque reproduz a realidade em que convive, onde os pais, a escola, amigos, familiares e o próprio ambiente sociocultural, de forma inconsciente e sem a menor maldade, passam esse modelo às crianças.  Por isso, desde a infância os pais já devem dar uma base aos filhos para que eles comecem a administrar o tempo deles. Entre os 7 e 12 anos, as crianças começam a ter a consciência sobre o tempo em sua vida, pois começam a ter as primeiras lições sobre as horas e minutos na escola e datas importantes na sua vida.

crianca-vestida-de-piloto-de-aviao-com-os-bracos-abertos-e-um-relogio-ao-fundo-foto-sunny-studio-igor-yarutashutterstockcom-0000000000011125

“Aproveite essa fase para começar a estimular a gestão de tempo nas crianças, porém não é necessário usar uma agenda ou ficar neurótico. Estimule seus filhos aos poucos, com atitudes de prevenção e planejamento, tudo como brincadeira. A gestão de tempo nessa fase precisa ser divertida, sutil e sinestésica (a criança precisa pegar, rabiscar, colar, além de apenas visualizar)”, ensina Christian Barbosa.

Divide o seu tempo de mãe de um casal com o blog e os projetos dele. A rotina materna vai além de cuidar dos filhos: lê, pesquisa, analisa, filtra, inventa as melhores maneiras de tornar a vida de mãe mais leve, sem neuras e com muito bom humor!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *