1470059_548390408582522_440888826_n

O papel que a figura paterna exerce na educação da criança é fundamental para o desenvolvimento psicossocial do cidadão

Quando pais e filhos interagem de forma saudável e constante, torna-se fácil perceber um aumento no desenvolvimento cognitivo e social das crianças, o que favorece na capacidade de aprendizagem e integração desses meninos e meninas na sociedade. Essa troca de experiências e assimilação de referências são fatores importantes no crescimento dos pequenos como cidadãos, principalmente na construção psicoafetiva, resultando numa vida adulta de boa relação coletiva.

264701_10150692242805291_3240421_n

Segundo a coordenadora da educação infantil do Colégio Pitágoras Cidade Jardim, Christina Aramuni, “educar os filhos é uma das tarefas mais árduas que existe. E uma das mais importantes e gratificantes também, porque é pro meio dessa atitude que são geradas as influências de consciência e emoção. A proximidade entres pais e filhos agrega valor às habilidades do sentido e ligação, da vida e dos sentimentos”, ressalta.

1526581_562715507150012_1835208084_n

Neste ano, um relatório divulgado pela organização mundial MenCare reuniu estudos de 20 países, incluindo o Brasil, indicando que o envolvimento dos homens na educação dos filhos estimulam as funções executivas cerebrais, que cuidam das habilidades de raciocínio e as comportamentais. O pai também ajuda a construir a autoestima das crianças e a estabelecer os limites internos, com o propósito de evitar diversos problemas comportamentais no futuro.

Na ausência do pai, a presença de uma figura masculina, como um tio ou o avô, é de extrema importância para o convívio para que proporcione vivências afetivas que nem sempre são ocasionadas por questões biológicas. “Para exercermos a influencia sob nossos filhos, precisamos lidar interiormente com o conceito de criar e proteger. Essa autoridade acontece quando, mesmo diante dos desafios da educação, continuamos a cultivar a relação paternal, com conquistas e lapidações”, finaliza Christina.

family-photo
foto: WashingtonPost (pais adotivos)

Essa relação é algo tão enriquecedor, independente de laços matrimoniais, o papel paterno deve se sobrepor aos relacionamentos.
É diversas vezes, é necessário a ajuda, compreensão e parceria da mãe (ou pessoas envolvidas nessa relação pai e filho) para que o desenvolvimento desta relação seja saudável e eterna.

Vamos celebrar nesse Dia dos Pais a enriquecedora figura paterna, que independente de ser pai biológico, existe algo muito maior que reconhece e engrandece a importância de se comemorar esse dia – O AMOR dado por esses grandes homens!

pai

Divide o seu tempo de mãe de um casal com o blog e os projetos dele. A rotina materna vai além de cuidar dos filhos: lê, pesquisa, analisa, filtra, inventa as melhores maneiras de tornar a vida de mãe mais leve, sem neuras e com muito bom humor!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *