Ontem eu postei aqui sobre umas inspirações de cortes de cabelo que vi quando meu pequeno estava escolhendo seu próprio penteado novo. Mas deixei para falar um pouco mais sobre como se deu essa escolha na coluna, já que o post ia ficar muito longo. Depois de muito tempo com o tradicional corte de cabelo curtinho, ele escolheu um corte moderno, diferente. Apontou para os cortes estilo moicano.

Com 9 anos, foi a primeira vez que ele me pediu um corte de cabelo diferente. Isso me levou a pensar em várias situações: primeiro, a motivação dele em querer algo tão fora do que ele costuma escolher; o diálogo, a compreensão, as consequências e principalmente assumir a responsabilidade das decisões que tomamos. São coisas importantíssimas que precisamos ensinar para nossas crianças. Tendo esses ensinamentos desde cedo, eles poderão usar essa experiência desde a infância até a vida adulta.

Conversei com ele, explicando-lhe que ele estava me pedindo um corte de cabelo pouco comum, então questionei se ele iria ficar chateado, por exemplo, se seus colegas não achassem tão legal quanto ele e ficassem rindo dele na escola. Ele disse que sabia que era diferente, que estava cansado do visual igual e quis experimentar um novo, garantindo que a opinião dos colegas não iria deixá-lo chateado, pois ele estava bem seguro do que queria, mesmo ciente das consequências.

Uma grande amiga minha passou por uma situação parecida. Sua filha mais velha (8 anos) quis o corte de cabelo side cut (é, aquele com a lateral raspada!).

E diante de toda a conversa, explicando que o cabelo demoraria a crescer bastante, caso ela não gostasse, que as amigas poderiam rir dela, que ela teria que ter paciência para deixar crescer novamente, a menina deu um show de confiança, inteligência e responsabilidade. E isso sim é reflexo de uma educação de pais presentes e conscientes. Que criam e educam os filhos para enfrentar o mundo e a sociedade que vive nele.

Sei que uma parte da gente gosta de vestir, pentear, enfeitar nossos filhos, e isso é perfeitamente normal. Mas já que eles estão ficando cada vez mais antenados em relação a coisas como a aparência, corte de cabelo, penteado, modo de se vestir, nada mais justo e inteligente do que passarmos para eles lições como: aceitação, diversidade e confiança. Se seu filho tem cabelo cacheado, deixa ele assumir os cachos, aliás, incentive isso! Vai fazer muito bem a ele!

E como ficaram as nossas crianças modernas? Bom, meu pequeno está adorando estilizar o cabelo moicano. Tem dia que ele deixa baixinho, tem dia que ele coloca para cima, e tem dia que ele deixa todo o moicano em pé. E a filha da minha amiga ganhou o prêmio de fantasia mais criativa, com seu cabelo side cut e uma fantasia super interessante.

Formada em Nutrição, divide o tempo de trabalho entre a clínica, alimentação escolar e fotografia! É mãe de um super herói, blogueira desde a adolescência, meio nerd, adora música, moda, séries e filmes.

1Pingbacks & Trackbacks on Cotidiano materno: ensinando consequência e responsabilidade

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *