Falamos um pouco sobre os tipos de anemia aqui. Vamos agora especificar sobre cada um deles, para facilitar a compreensão e para que todos possam procurar a ajuda direcionada necessária.

Anemia ferropriva é o tipo de anemia decorrente da privação, deficiência, de ferro dentro do organismo levando à uma diminuição da produção, tamanho e teor de hemoglobina dos glóbulos vermelhos, hemácias.

Inicialmente a anemia ferropriva apresenta sintomas sutis que nem sempre são percebidos pela pessoa, mas à medida que a falta de ferro no sangue vai se agravando, os sintomas se tornam mais aparentes e frequentes:

  • cansaço;
  • fraqueza generalizada;
  • sonolência;
  • dificuldade para praticar exercícios;
  • tontura;
  • sensação de tontura ou desmaio;
  • palidez cutânea e das mucosas dos olhos;
  • dificuldade de concentração;
  • lapsos da memória;
  • dor de cabeça;
  • unhas fracas e quebradiças;
  • pele seca;
  • dor nas pernas;
  • inchaço nos tornozelos;
  • queda de cabelo;
  • falta de apetite.

As causas da anemia ferropriva incluem:

  • Alimentação pobre em ferro: o que pode acontecer até mesmo em pessoas que estão dentro do peso ideal ou acima do peso;
  • Pouca absorção de ferro pelo organismo: como acontece em caso de doença celíaca ou quando uma parte do intestino delgado foi removido do corpo;
  • Hemorragias prolongadas: a perda de sangue contínua e prolongada dentro do sistema digestório também pode causar anemia ferropriva, sendo comum em caso de hérnias ou úlceras de estômago, mas a menstruação abundante ou sangramento de escape que persiste por mais de 8 dias também podem causar essa falta de ferro.

Crianças e adolescentes, gestantes e idosos são os públicos mais vulneráveis. Na fase da gestação, o corpo da mulher precisa produzir ferro suficiente para a mãe e para o bebê, e o mais comum é que o corpo tente priorizar o desenvolvimento do feto. Pacientes submetidos à cirurgia bariátrica para redução do peso também correm maior risco de deficiência de ferro. Pessoas com hipotireoidismo podem desencadear anemia como manifestação secundária. Vegetarianos mal orientados são também grupo de risco, além das pessoas que fazem doações de sangue de forma muito frequente.

A dica é prestar bastante atenção à alimentação diária, e sempre visitar o nutricionista ao primeiro sinal de que algo pode não estar indo bem.

Formada em Nutrição, divide o tempo de trabalho entre a clínica, alimentação escolar e fotografia! É mãe de um super herói, blogueira desde a adolescência, meio nerd, adora música, moda, séries e filmes.

1Pingbacks & Trackbacks on Conhecendo a anemia ferropriva

  1. […] Falamos um pouco sobre os tipos de anemia aqui. Vamos agora especificar sobre cada um deles, para facilitar a compreensão e para que todos possam procurar a ajuda direcionada necessária. Anemia ferropriva é o tipo de anemia decorrente da privação, deficiência, de ferro dentro do organismo levando à uma diminuição da produção, tamanho e teor […] … … Ver artigo completo no Blog […]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *