Cada vez mais crianças e adolescentes de escolas públicas e privadas de São Paulo estão tendo acesso ás aulas ministradas pela MindKids, que já ensinou meditação para centenas de pequenos e jovens, além de pais e professores que foram instruídos pelo projeto, idealizado pela instrutora Daniela Degani, formada pela Mindfull Schools, dos Estados Unidos.

Ao contrário do que se possa parecer, meditar não é difícil e também não exige rituais elaborados, regras rígidas e pode ser um momento de acolhimento, interação e afeto para as crianças. Então, qualquer um pode meditar ou participar de meditações usando técnicas simples ensinadas por Daniela, baseadas no programa da Mindful Schools, dos Estados Unidos.

Veja algumas dicas para praticar meditação junto com os pequenos

1) Preparação: entrando no clima

Cantinho da meditação – Uma dica interessante é escolher um lugar da casa para ser o “cantinho da meditação”. Não precisa de velas, incenso, nada disso. Apenas um espaço em que as crianças se sintam bem, onde seja possível sentar no chão sobre uma almofada. Usar o mesmo “cantinho” para a prática da meditação ajuda a criar o hábito.

Conectando com o coração – Antes de fazer as práticas com as crianças, tome uns minutos para inspirar e expirar profundamente algumas vezes, para ir relaxando corpo e mente. Faça um trato consigo de deixar as preocupações, e-mails, listas de coisas a fazer para 15 minutos mais tarde e conecte-se com sua motivação para meditar com a criança: “gostaria que ele pudesse se acalmar” ou “gostaria que ele sentisse o silêncio” ou “gostaria que ele desenvolvesse a capacidade de concentração” – seja qual for seu motivo, cultive uma boa intenção, sem expectativas, de coração aberto.

2) Aquecendo: explicação e postura

Meditação é assim mesmo – Crianças bem pequenas podem entender os conceitos básicos da meditação, se explicados de maneira breve, com carinho e simplicidade. Algumas sugestões:

– A meditação ajuda a gente a prestar atenção no que está acontecendo agora

– Também pode nos ajudar a acalmar quando estamos bravos

– Ajuda a sermos mais felizes e ter melhor desempenho na escola e nos esportes.

Posição de meditar – Uma postura bem bacana para fazer as atividades de meditação é sentados de “indiozinho”, sobre o chão ou uma almofada, com a coluna reta e mãos sobre os joelhos. Sente-se você na postura, confortavelmente, sem estresse, e convide a criança a sentar-se na “posição de meditar” também. Nas primeiras vezes, é normal que os pequenos se mexam muito. Não se preocupe – seja você o exemplo, ao deixar seu corpo repousar calmo e relaxado. Com o tempo, as crianças vão relaxando também.

Viu como é fácil a preparação? Agora vamos ver algumas técnicas apropriadas para cada idade. E a chave aqui é o LÚDICO. Como diz a grande referência neste campo, Susan Kaiser Greenland, autora do livro “Meditação em Ação para Crianças”: a prática tem que ser simples, divertida e bem-humorada! Então vamos lá! Abaixo 3 atividades para ensinar aos pequenos:

  1. Meditação da borboleta: diga às crianças que as borboletas gostam muito de sentir a respiração das crianças. Convide a criança a imaginar uma borboletinha pousando em seu nariz, ela só quer sentir a sua respiração! Mas as borboletas se assustam facilmente, então temos que ficar com o corpo tranquilo, relaxado, só respirando, imaginando que estamos ajudando a borboletinha a se acalmar. Depois de um tempinho, que pode ser uns 30 a 40 segundos, a borboletinha pode voar para o peito, barriga e outras partes do corpo, de acordo com interesse da criança.
  1. Meditação da lagarta: antes de ser borboleta, nossa amiga imaginária foi uma lagarta. Coloque a mão esquerda virada com a palma para cima e o indicador da mão direita no centro da palma. Nosso dedo indicador direito é a lagarta e ela vai caminhar até a ponta de cada um dos dedos da mão esquerda, inspirando, e retorna ao centro a cada vez, e expiramos. Oriente a criança para prestar muita atenção nos movimentos da “lagarta”, nas sensações que isso traz e em sua respiração.
  1. Vamos colocar o “boneco/bicho de pelúcia/Super-Homem” para dormir? Essa prática é boa para fazer a noite, antes da hora de dormir. Deite a criança com seu personagem favorito sobre sua barriga e diga a ela para “niná-lo” com os movimentos de sua respiração. Podemos explicar que respirações profundas ajudam a gente a diminuir a agitação e ter um sono tranquilo.

Agora é só iniciar a prática!

Para conhecer mais acesse http://www.mindkids.net

Divide o seu tempo de mãe de um casal com o blog e os projetos dele. A rotina materna vai além de cuidar dos filhos: lê, pesquisa, analisa, filtra, inventa as melhores maneiras de tornar a vida de mãe mais leve, sem neuras e com muito bom humor!

1Pingbacks & Trackbacks on Conheça algumas técnicas de meditação aplicados em escolas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *