Psicóloga infantil e especialista em artigos para o público infantil dão dicas para os pais e as crianças vencerem a etapa com sucesso

553182_10152589423320291_1710818700_n

O processo de desfralde é um dos marcos no desenvolvimento da criança. E com a chegada do verão, muitos pais começam a pensar na ideia, já que nesse período do ano, as crianças usam roupas mais leves e, normalmente, os pais pegam férias. Com isso, o processo fica mais fácil, já que há mais tempo livre e a quantidade de roupas molhadas diminui.

Entretanto, alguns artifícios (além da paciência, que é imprescindível) ajudam nessa etapa, como os redutores para vaso sanitário e os troninhos com atrativos, como os musicais, por exemplo. Amanda Teixeira, do setor de desenvolvimento da Tutti Baby, empresa especializada em artigos para bebês e crianças, explica: “as crianças gostam de brincar o tempo todo. Por isso, é importante que nessa fase sejam escolhidos itens que remetam à brincadeira, como os penicos coloridos e que chamem a atenção, como o que possui toque musical, por exemplo”.

Amanda dá algumas dicas para a novidade ser mais atraente para as crianças:

– Leve a criança para escolher o penico ou adaptador para o vaso.
– O penico deve ser usado no banheiro.
– Converse com ela sobre a finalidade do novo item.
– Enquanto ela estiver usando o penico, fique ao lado da criança, conversando de forma descontraída.
– Se vocês escolherem um adaptador, coloque um banquinho para a criança apoiar os pés.

Normalmente, é por volta dos dois anos que a criança está preparada para largar a fralda. Mas a psicóloga infantil Maria Eduarda Vasselai alerta que cada uma tem o seu tempo para tudo, para começar a andar, falar as primeiras palavras e, também, para iniciar o processo de desfralde. “Por isso, os pais devem estar atentos aos sinais que mostram que o filho está preparado para esta fase. Por exemplo, se fica com a fralda seca por três ou quatro horas seguidas e anda com firmeza. Tem também a questão do comportamento: fica incomodada se a fralda está molhada ou suja e tenta tirar; consegue tirar e colocar a calça; fica sentada na mesma posição por até cinco minutos”.

O mais importante nisso tudo é que os pais tenham paciência. “Quando acontecer alguma escapada, o que é absolutamente normal, nunca brigue. E cada vez que ele fizer as necessidades no penico ou vaso sanitário, comemore, diga que está muito orgulhosa e logo, logo vai poder usar cueca ou calcinha. As crianças gostam de sentir que estão ficando maiores e abandonando hábitos de bebês”, finaliza a psicóloga infantil.

troninho
Clique para ver maior | Imagem: Divulgação

Desmontado, o troninho vira assento redutor e apoio para os pés.

Fonte: Tutti Baby

Mariana é paraibana, mas vive atualmente em Aveiro - Portugal. Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing, comunicação e eventos. É fundadora do Mãe do Ano e, além dele, é responsável pelo Roteiro Baby Aveiro, que divulga a programação infantil na cidade de Aveiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *