Para curtir com tranquilidade um som mais alto ou tocar um instrumento sozinho com sua banda, a profissional separou dicas para isolar ruídos no piso, teto e parede e não incomodar os vizinhos

Projeto Cris Paola – Foto: Hamilton Penna

A música é capaz de despertar muitos sentimentos – alegria, tristeza e recordações de outrora.  Tudo isso independente do ritmo ou da canção.  Algumas pessoas não somente escutam, como também apreciam tocar, seja sozinho ou em uma banda, seja de forma profissional ou amadora.

Todavia, tocar em casa nem sempre agrada a todos – principalmente os vizinhos. Por isso, ter um local preparado com isolamento acústico é a melhor saída. Para ajudar a executar o espaço apropriado e findar as dores de cabeça com reclamações de vizinhos, a arquiteta Cris Paola, do escritório Studio Cris Paola, reuniu dicas e soluções 100% aprovadas, já que seu marido e filhos também apreciam tocar na sala de música localizada no apartamento deles.

Acompanhe!

   1) Preparativos iniciais:

Antes de começar a alterar o ambiente, analise se esse é o local que deseja reservar para a sala de música. Definido isso, procure um profissional qualificado em acústica para auxiliar na identificação das adequações necessárias. Cris Paola destaca atenção redobrada para esses três lugares – janela, parede e piso.

2) Janela – Se a janela do imóvel for com dobradiças ou basculantes, é possível instalar um vidro comum, de até 20 mm, pois essa espessura é compatível com o ruído.

Projeto Cris Paola – Foto: Hamilton Penna

3) Parede – Se o espaço escolhido contar com parede de drywall ou painéis cimentícios, Cris Paola indica incluir uma manta de lã de rocha ou vidro como recheio. O preenchimento atua como material complementar que atenua a trajetória do som na passagem entre um ambiente e outro. “A espessura de 70 mm costuma ser a mais utilizada por conta do padrão de especificação do drywall”, explica a arquiteta.

Outra alternativa, a depender do isolamento acústico pretendido, é a aplicação de placas acústicas coloridas, que colaboram na missão de abafar o som do ambiente.

4) Piso – O mercado oferece algumas soluções para impedir que o som se propague pelo piso. Uma delas é fazer a instalação de uma manta acústica em cima do contrapiso ou ainda colocar uma manta de borracha entre o contrapiso e o piso. Para completar o projeto, um tapete pode ser usado como complemento para reforçar a barreira. “Em apartamentos, esse tipo de isolamento acústico é fundamental para atenuar a reverberação entre lajes”, complementa Cris Paola.

Por fim, a arquiteta alerta que “a não ser que o ambiente seja projetado desde sua origem para esse fim, as soluções são eficazes para contribuir com o isolamento acústico dos espaços”. Experiente em demandas como essas, a profissional realiza os projetos com assessoria de um especialista em acústica.

Studio Cris Paola


Formada em Nutrição, divide o tempo de trabalho entre a clínica, alimentação escolar e fotografia! É mãe de um super herói, blogueira desde a adolescência, meio nerd, adora música, moda, séries e filmes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *