Imagem: Pinterest
Imagem: Pinterest

Não é raro que crianças de diferentes idades tenham dificuldade em aceitar dividir seus brinquedos. Quando percebem a concorrência, seja por um amiguinho, ou um irmão, choram, fazem birra e acabam soltando a frase clássica “isso é meu!”. Na hora, os pais ficam sem-graça, tentam argumentar, mas, muitas vezes, a crise já está instaurada e não há muito espaço para negociação. Mesmo que essa seja uma situação indesejada, os pais devem aproveitar a oportunidade para conversar com seu filho e passar para ele valores fundamentais, que vão ajudar a construir uma pessoa mais generosa e altruísta, no futuro. Aprender a compartilhar faz parte do crescimento e desenvolvimento infantil e deve ser ensinado aos pequenos desde cedo.

É papel dos pais educar os filhos e ensiná-los a dividir. Há várias estratégias para isso. Em primeiro lugar, é importante ter uma boa conversa, que pode acontecer logo após uma demonstração de posse. O ideal é que ela aconteça sem a presença de outras pessoas por perto, para que a criança não fique constrangida. Explique que aquele brinquedo é dela e que a outra criança somente o pegaria emprestado, mas depois o devolveria. E argumente que brincar junto é muito mais divertido que brincar separado.

Uma outra maneira de passar valores ligados à generosidade é criar situações que demandam um desapego da criança. Em algumas datas especiais, como Natal, aniversário, ou Dia das Crianças, quando ela sabe que vai ganhar objetos novos, selecione, junto dela, brinquedos, roupas e livros que não costumam mais ser usados e separe para doar. Inclua a criança na entrega desses objetos, seja numa creche, ou em um lugar destinado para receber as doações.

Inclua seu filho em programas como “círculo do livro” ou “troca de brinquedos”. Se não conhecer pessoas que organizem atividades como essas, sugira aos pais de outras crianças de seu convívio que criem iniciativas para ensinar as crianças a dividir seus pertences. Marque um dia da semana para a troca acontecer, por exemplo, na sexta-feira, para que durante o fim de semana a criança possa explorar a novidade.

Outra ideia é incentivar seu filho a levar um brinquedo para a casa de um amigo, quando ele for visitá-lo. Fale que pode ser divertido brincar junto com seu amiguinho. Assim, as duas crianças vão aprender a trocar experiências, de forma natural.

Além disso, é bom lembrar que o exemplo vem de casa. As crianças observam o comportamento dos adultos e tendem a copiá-lo. Para que ela aprenda a compartilhar, divida com outras pessoas  os objetos que gosta. Por exemplo, empreste um livro para alguém e explique para a criança que você gostou tanto daquela história que adoraria que outras pessoas pudessem conhecê-la também.

Seguindo essas dicas, seu filho vai aprender, de forma lúdica, a dividir com outras crianças aquilo que gosta e vai se tornar uma pessoa mais generosa, no futuro. Outro benefício é que ele vai aprender, indiretamente, a lidar melhor com perdas ou frustrações e vai se tornar um adulto mais preparado para diferentes situações de sua vida.

Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing e comunicação e, além do Mãe do Ano, é responsável pelo Roteiro Baby JP, que divulga a programação infantil de João Pessoa, é presidente da Associação das Mulheres empreendedoras da Paraíba, tem uma banda de músicas infantis – a Catavento Colorido – e desenvolve atividades para crianças através da Colmeia Projetos Criativos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *