Imagem: Reprodução Google

Hoje em dia, a maioria de nós faz feira para duas semanas, tempo médio que a maioria das comidas leva para que estraguem na geladeira. Mas alguns alimentos acabam estragando bem mais rápido, como é o caso do brócolis e da couve-flor. Como aqui em casa só somos duas pessoas que não comem tanto em volume, fui revisitar um método para congelamento de alimentos que havia aprendido na universidade, de forma a minimizar o desperdício e também a agilizar a vida no dia-a-dia. Com os vegetais já cozidos, fica mais fácil fazer várias receitas.

Todo mundo já viu aqueles sacos de comida congelada no supermercado. Eles passam por um sistema chamado congelamento rápido individual. A comida congelada neste sistema é mais fácil de usar, pois como o congelamento não é em bloco, você consegue retirar uma parte e deixar o resto pra fazer depois. O método caseiro não é assim tão “rápido”, mas é bastante eficiente. Alguns exemplos de quais podem passar por esse processo: pimentão, ervilha, vagem, cenoura, quiabo. Siga direitinho os passos e não tem erro.

Imagem: Reprodução Google

– Comece lavando e higienizando os alimentos. Corte ao meio e retire as sementes, se tiver;
– Corte-os em tiras ou rodelas;
– Peque uma assadeira que caiba em sua geladeira. Tenha o cuidado de ver se dá pra colocar ela retinha, pra que as fatias dos alimentos não caiam e encostem umas nas outras;
– Forre a assadeira com papel manteiga, caso não seja antiaderente;
– Coloque-os na assadeira, sem encostar uns nos outros;
– Coloque no congelador e deixe de 30 minutos a uma hora. Retire da assadeira e coloque em sacos. Volte a guardar no congelador. E retira à medida que precisar usar.

Brócolis e couve-flor também podem ser congelados, mas precisam ser branqueados antes. Não se preocupe, não é nada de outro mundo. Branqueamento de alimentos é um processo de cozimento rápido com interrupção do cozimento. Dessa forma, estamos interrompendo a ação das enzimas que facilitam a degradação do alimento, deixando-o conservado por mais tempo.

Imagem: Reprodução Google

Pra começar, tire os talos e reserve. Corte as pequenas arvorezinhas, lave e cozinhe em água fervente por 2 minutos. Passe, em seguida, para um recipiente com água gelada. Esse procedimento vai deixar o brócolis verdinho e crocante. Escorra e congele individualmente, como dito anteriormente, na assadeira. Depois, basta colocá-los em sacos inteiros ou em porções individuais.

Com os talos e folhas que foram “descartados”, tente colocá-los no processador aos poucos até ficarem quase do tamanho de arroz. Transfira para um refratário, cubra com papel filme e faça furinhos. Leve ao microondas por 5 minutos, sem adicionar água. Com ele, dá pra fazer um “arroz” low-carb, basta temperar. Mas você também pode fazer misturando no arroz comum ou só com couve-flor pura, para substituir o arroz.

Mostra pra gente quando fizer!

Formada em Nutrição, divide o tempo de trabalho entre a clínica, alimentação escolar e fotografia! É mãe de um super herói, blogueira desde a adolescência, meio nerd, adora música, moda, séries e filmes.

1Pingbacks & Trackbacks on Como congelar alguns alimentos de forma saudável?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *