As famosas e temíveis cólicas do lactente iniciam-se normalmente após a segunda semana de vida. Cerca de 80% dos bebês terão algum grau de desconforto abdominal nos primeiros 3 meses de vida. Os velhos truques para driblar a dor, como chás, medicamentos anti gases, por exemplo, não possuem embasamento científico.

0,,69198292,00

Diante disso a alimentação da mamãe gera muita polêmica, Dra Flavia Oliveira acredita que qualquer alimento em excesso pode gerar desconforto no bebê, principalmente os derivados de cafeína e o excesso de leite e derivados. Com uma ressalva, pois a ingestão de cálcio é muito importante para a mãe que está amamentando, o ideal são 3 porções de leite e derivados por dia – a mãe deve ficar atenta em não exagerar.

O que se sabe hoje é que a formação da flora intestinal tem grande impacto no processo de cólica no lactente. Ao nascer o bebê não possui flora intestinal, ao longo dos primeiros meses de vida através de lactobacilos presentes no leite materno a flora vai se estabelecendo. Porém, alguns bebês apresentam uma evolução mais lenta o que levaria ao desconforto abdominal.

Atualmente o único tratamento que possui resultados mais efetivos é a reposição via oral desses lactobacilos, com a intenção de acelerar esse processo de formação da flora intestinal do bebê.

unnamed (1)
Dra. Flavia de Oliveira. Formada pela Universidade de medicina ABC com residência em pediatria e neonatologia na USP.

Dra Flavia é mãe de dois meninos que indiretamente a levaram para uma nova perspectiva sobre a visão materna. “Sempre tive um perfil de médica acolhedora, mas a maternidade com certeza me aproximou demais da realidade das mães dos meus pacientes. Sem dúvida me tornei uma pediatra melhor!” Conta.

Divide o seu tempo de mãe de um casal com o blog e os projetos dele. A rotina materna vai além de cuidar dos filhos: lê, pesquisa, analisa, filtra, inventa as melhores maneiras de tornar a vida de mãe mais leve, sem neuras e com muito bom humor!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *