Programação de cinema da Estação Solar contempla crianças e adultos no Espaço Cine Digital

De 6 a 29 de janeiro o Espaço Cine Digital da Funesc apresenta programação especial de cinema como parte do projeto Estação Solar, com a exibição de clássicos do cinema brasileiro e também obras destinadas ao público infantil. Dentro da programação também haverá a exibição de curtas-metragens contemplados no prêmio Linduarte Noronha.

 Uma das mostras é “A Literatura no Cinema Brasileiro”, que exibe obras inspiradas em histórias e personagens da literatura, a exemplo de Benjamim, Olga, Ensaio sobre a Cegueira. Serão exibidos 9 filmes nas sextas, sábados e domingos entre os dias 06 e 22 de janeiro, sempre às 19h30, com entrada franca.

Nos dias 26 e 27 de janeiro serão exibidos os curtas-metragens premiados no edital Linduarte Noronha, que dá apoio a produção de obras audiovisuais de curta-metragem. Os oito filmes apresentados nesta mostra foram contemplados no edital de 2009.  A sessão terá início às 19h30.

Também aos domingos, numa sessão mais cedo, às 15h30, serão exibidos filmes infantis brasileiros, uma seleção composta por quatro longas escolhidos especialmente para agradar a criançada no período de férias  escolares.

Estação Solar

O projeto Estação Solar teve início no dia 29 de dezembro e se estende até 29 de janeiro. Ao longo do período, estão programadas aproximadamente 70 manifestações artísticas ligadas ao circo, teatro, dança, música, artes plásticas, audiovisual e cultura popular, distribuídas em dez espaços em João Pessoa, com entrada franca.

O objetivo do projeto é dar visibilidade às culturas populares tradicionais e as produções artísticas contemporâneas. Na programação, estão grupos do Carnaval Tradição, expressões de folguedos populares, companhias, grupos e coletivos culturais representando a arte produzida no estado.

As ações culturais são conjuntas e desenvolvidas pelo governo do Estado em parceria com a Prefeitura de João Pessoa por meio da Secult e Funjope, com apoio cultural da Funesc.

Confira a programação completa:

Sexta 06/ 19h30 – NINA (Heitor Dhalia, 2004, 84 minutos)

Nina é uma garota sensível, que vive em um perturbado mundo suburbano na capital paulistana. Entre baladas, drogas, sexo sem compromisso e um emprego medíocre, Nina tranca-se no seu quarto, onde produz um mundo em ilustrações. Sem conseguir ao menos pagar o aluguel ou comprar sua comida, ela é infernizada por Eulália, uma velha mesquinha que é dona do quarto onde Nina mora. Em sua imaginação, a solução seria assassinar a velha. Até que Nina começa a mergulhar cada vez mais em sua própria imaginação, num mundo cheio de crimes e castigos.

 Livre adaptação do romance Crime e Castigo, de Dostoievski.

Classificação indicativa – 16 anos. 

Sábado 07 /19h30 – MUTUM (Sandra Kogut,2006, 95 minutos)

Mutum quer dizer mudo. Mutum é uma ave negra que só canta à noite. E Mutum é também o nome de um lugar isolado no sertão de Minas Gerais, onde vivem Thiago e sua família. Thiago tem dez anos e é um menino diferente dos outros. É através do seu olhar que enxergamos o mundo nebuloso dos adultos, com suas traições, violências e silêncios. Ao lado de Felipe, seu irmão e único amigo, Thiago será confrontado com este mundo, descobrindo-o ao mesmo tempo em que terá de aprender a deixá-lo.

Livre adaptação da obra Campo geral, de João Guimarães Rosa

Classificação indicativa –  livre

Domingo 08 /19h30 – BENJAMIM  (Monique Gardeberg,2003,108 minutos)  

Benjamim conta a história de uma paixão perigosa em dois tempos, separados por um lapso de 30 anos. Ao conhecer a jovem Ariela Masé, de espantosa semelhança com o grande amor de seu passado, o veterano e esquecido modelo publicitário Benjamim Zambraia revive as delícias e horrores da paixão. A “reencarnação” da sua amada Castana Beatriz tem algo mais a lhe oferecer: um acerto de contas com a sua própria consciência.

Baseado no livro de Chico Buarque de Hollanda.

Classificação indicativa – 14 anos

Sexta 13 /19h30 – ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA (Fernando Meireles, 2008, 120 minutos)

Uma inédita e inexplicável epidemia de cegueira atinge uma cidade. Chamada de “cegueira branca”, já que as pessoas atingidas apenas passam a ver uma superfície leitosa, a doença surge inicialmente em um homem no trânsito e, pouco a pouco, se espalha pelo país.

Baseado no livro de José Saramago.

Classificação indicativa –  16 anos

Sábado 14 /19h30 –  OLGA (Jayme Monjardim, 141 minutos, 2004)

 O filme retrata uma grande história de amor, em todos os sentidos: a luta; os ideais; o marido; a maternidade. Da infância burguesa na Alemanha à morte numa das câmaras de gás de Hitler, as imagens retratam a alma de uma revolucionária que descobriu o amor e a crueldade no Brasil, onde Olga Benario casou-se com Luís Carlos Prestes, engravidou e foi entregue por Getúlio Vargas aos nazistas.

Baseado no romance homônimo do escritor Fernando Moraes

Classificação indicativa – 14 anos

 Domingo 15 /19h30 – CRIME DELICADO ( Beto Brant, 2005, 87 minutos)

Antônio é um crítico teatral respeitado, que conduz sua carreira com dedicação e seriedade, buscando colocar em seus textos toda sua bagagem na área e também sua personalidade comandada pela razão. Em um encontro por acaso num bar ele conhece Inês, uma mulher desinibida e atraente que não se encaixa no modelo racional que Antônio prega para si. Inês tem um relacionamento com José Torres Campana, um pintor mais velho que a usa como musa de seus quadros. Mas o fascínio que Inês sente por Campana faz com que Antônio sinta cada vez mais ciúmes do relacionamento existente entre eles.

Baseado no livro Um Crime Delicado, de Sérgio Sant’anna

Classificação indicativa – 16 anos

Sexta 20 /19h30 – ESTÔMAGO ( Marcos Jorge, 2008, 112 minutos)

Raimundo Nonato foi para a cidade grande na esperança de ter uma vida melhor. Contratado como faxineiro em um bar, logo ele descobre que possui um talento nato para a cozinha. Com suas coxinhas Raimundo transforma o bar num sucesso.

Baseado no conto Presos pelo estomago, de Lusa Silvestre

Classificação indicativa – 16 anos

Sábado 21 /19h30 – O CHEIRO DO RALO (Heitor Dhalia, 2007, 112 minutos)

Lourenço tem como profissão comprar objetos usados de pessoas que passam por dificuldades financeiras, o que o leva a desenvolver um jogo perverso com seus clientes. Perturbado pelo simbólico e fedorento cheiro do ralo que existe na loja, Lourenço acaba sendo confrontado pelos personagens que julgava controlar.

Baseado no livro de Lourenço Mutarelli

Classificação indicativa – 14 anos

Domingo 22 /19h30 –  O VESTIDO (Paulo Thiago, 2004, 121 minutos)

Por acaso duas meninas descobrem, no porão de sua casa, um velho e lindo vestido de festa. Curiosas, elas querem saber corno o vestido foi parar ali, principalmente após verem sua mãe chorando com o mesmo entre as mãos. Elas iniciam então uma investigação, que pode responder ainda outra pergunta: por que sempre à mesa, nas refeições, havia um prato reservado ao pai, que as havia abandonado há muitos anos?

Livremente inspirado no poema “Caso do Vestido” de Carlos Drummond De Andrade

Classificação indicativa – 14 anos

Quinta 26 /19h30 –  MOSTRA CURTAS DO EDITAL LINDUARTE NORONHA

Programa com curtas-metragens de ficção realizados no edital Linduarte Noronha.

  • A FÁBRICA DE GRAVATAS, de Erik Medeiros. 10’,’Classificação:12 anos.
  • NEGÓCIO DE MENINO E MENINA, de Marcus Vilar.
  • MAIS DENSO QUE SANGUE, de Ian Abé, 15’, Classificação: 16 anos.
  • PARA REMOVER, USE ÁGUA E SABÃO, de Bruno de Sales, 18’, classificação: 12 anos.
  • O HÓSPEDE, de Anacã Agra e Ramon Porto Mota, 17’, Classificação: Livre

Sexta 27 /19h30 –

Programa com documentários de curtas-metragens realizados no edital Linduarte Noronha.

  • UMA CIÊNCIA ENCANTADA, de Chico Sales, 20’, Classificação: Livre.
  • IMAGENS LÍQUIDAS DO JORNALISTA MARINHEIRO, de João de Lima.
  • QUEBRA-QUILOS, de Haroldo Vidal

MOSTRA DE FILMES INFANTIS

 Domingo 8  /15h30 – TAINÁ 2  (Mauro Lima. 2005, 76’)

Agora uma pré-adolescente, a indiazinha Tainá (Eunice Baía) se divide entre o enfrentamento dos bandidos e a atenção para com a pequenina Catiti, de 6 anos, que foge da aldeia querendo imitar Tainá como protetora do meio ambiente

Domingo 15 /15h30 – XUXINHA E GUTO CONTRA OS MONSTROS NO ESPAÇO (Moacyr Góes e Clewerson Saremba. 2005, 76’)

A história começa introduzida por Xuxa Meneghel contando ao seu sobrinho Juliano (Pedro Malta), uma experiência com seu anjinho da guarda, Xuxinha. Xuxinha é o anjo da guarda de Guto, um menino de 7 anos que ao lado de seu amigo Jonas, descobrem que a Terra foi invadida por terríveis monstros, comedores de lixo, de um planeta chamado XYZ, que fica numa galáxia distante da nossa.

Domingo 22 /15h30 – UMA AVENTURA NO TEMPO- TURMA DA MÔNICA (Mauricio de Souza. 2007, 80’)

Franjinha está trabalhando na construção de uma máquina do tempo, que funcionará quando conseguir reunir moléculas dos 4 elementos básicos da natureza: ar, água, fogo e terra. Porém em meio aos trabalhos seu laboratório é invadido por Cebolinha e Cascão, que estão fugindo da Mônica. O coelhinho Sansão é atirado nos garotos, mas acaba batendo no aparelho. O choque faz com que os elementos sejam enviados cada um para uma época distinta. O acidente faz com que o tempo fique cada vez mais devagar na Terra, o que faz com que Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e o cachorro Bidu tenham que partir em busca dos elementos perdidos, usando a própria máquina construída por Franjinha.

Domingo 29 /15h30 – OS PORRALOKINHOS (Lui Farias. 2007, 80’)

Grupo de crianças da cidade grande que vão para a floresta com seu tio Maneco e uma muambeira de Copacabana de nome Escarlate

 Todos os filmes da mostra infantil são de classificação indicativa livre.

Da FUNESC

Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing e comunicação e, além do Mãe do Ano, é responsável pelo Roteiro Baby JP, que divulga a programação infantil de João Pessoa, é presidente da Associação das Mulheres empreendedoras da Paraíba, tem uma banda de músicas infantis – a Catavento Colorido – e desenvolve atividades para crianças através da Colmeia Projetos Criativos.

1 Comment on Cinema nas férias – Estação solar

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *