A couve é uma hortaliça muito rica em cálcio, ferro, fósforo e vitaminas (A, complexo B e C). Excelente para combater problemas digestivos, doenças do fígado, cálculos renais, menstruação dolorosa e bronquite, a couve pode ainda ser utilizada para evitar ressacas, aliviar a prisão de ventre (devido ao seu alto teor de fibras), evitar a má disposição e aliviar dores causadas pelas úlceras gástricas.

O cálcio precisa do magnésio na medida certa para conseguir exercer suas funções; entre elas, formar a massa óssea e a couve as tem na proporção correta. É muito comum que os pais ofereçam leite aos seus filhos em busca desses minerais. No entanto, o leite de vaca tem nove vezes menos magnésio e três vezes mais cálcio do que a proporção necessária. Isso faz com que o cálcio do leite tenha dificuldade de se fixar no nosso esqueleto. Esse desequilíbrio aumenta o risco de perda de massa óssea, daí o risco da osteoporose. O magnésio ainda é parceiro do cálcio em várias outras tarefas: ajudar o corpo a se livrar do acúmulo de gordura, manter a pressão arterial sob controle, regular a ação de hormônios e controlar os movimentos dos músculos.

Devido à quantidade de fibras, estimula a sensação de saciedade e por ser pobre em calorias, é muito utilizada em dietas para redução de peso. Rica em fitoquímicos naturais com ação desintoxicante, estimula a limpeza de substâncias tóxicas do organismo. Sabe aquele suco detox que geralmente leva couve? Ela reduz o inchaço e melhora a textura da pele, principalmente da acne.

Como consumir a couve?

A melhor alternativa é comer a couve crua, assim dá para aproveitar melhor todos os seus nutrientes. Caso a couve seja refogada, o aconselhável é que não passe muito tempo no fogo. A ideia é apenas saltear a couve rapidamente, sem ficar muito tempo no calor.

A couve pode ser inserida na alimentação dos bebês em quantidades pequenas, nas papinhas salgadas, assim como outras hortaliças sempre alternando a variedade, para obter diversas vitaminas e minerais. Já crianças maiores de 1 ano já podem consumir quantidades maiores e com maior frequência. A partir dos 4 anos a ingestão pode ser diária sem medo algum.

Apesar de todos os benefícios, a couve é uma das hortaliças com maior teor de pesticidas, então recomenda-se consumir a couve orgânica, sobretudo na alimentação das crianças, e sempre lavar bem antes de ingerir.

Em breve postarei algumas receitas com couve, fiquem ligados!

Formada em Nutrição, divide o tempo de trabalho entre a clínica, alimentação escolar e fotografia! É mãe de um super herói, blogueira desde a adolescência, meio nerd, adora música, moda, séries e filmes.

1Pingbacks & Trackbacks on Benefícios da couve-folha

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *