A Vida do Bebê é um livro escrito pelo pediatra Rinaldo de Lamare. Apresenta textos que auxiliam os pais na criação de recém-nascidos (puericultura) e bebês maiores, dicas de saúde, doenças e como tratar os bebês. De Lamare escreveu a obra durante seu tempo livre de trabalho em sua clínica em Madureira e a primeira edição foi publicada em 1941. É atualmente publicado pela Ediouro (selo Agir) e já vendeu ao todo mais de 6,5 milhões de cópias em 42 edições. 

Esse livro é bem legal. Ele fala da vida do Bebê a partir do nascimento até mais ou menos seus 2 anos de idade
É meio carinho, seu preço normal gira em torno dos R$ 120,00, mas sempre rola promoção. Nós compramos por R$ 29,90 nas Lojas Americanas e eu vi hoje que no site do Submarino está por R$ 19,90. É só ficar de olho e comprar. Por que vale mesmo a pena. Eu super indico!

Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing e comunicação e, além do Mãe do Ano, é responsável pelo Roteiro Baby JP, que divulga a programação infantil de João Pessoa, é presidente da Associação das Mulheres empreendedoras da Paraíba, tem uma banda de músicas infantis – a Catavento Colorido – e desenvolve atividades para crianças através da Colmeia Projetos Criativos.

2 Comments on A vida do Bebê

  1. Liliane
    09/11/2011 at 13:47 (6 anos ago)

    Oi Mariana! Eu tbm comprei esse livro na promoção, na Americanas. Ele é um clássico. Apesar de ter tido novas edições (a minha é de 2010), ele ainda traz alguns comentários sobre os cuidados do bebê que já não são mais utilizados. Nem por isso eu rejeito o livro. Acho que para os papais e mamães, principalmente os de primeira viagem, ele é um bom guia. Basta apenas que tenham bom senso e procurem o pediatra em caso de dúvida.

    Responder
  2. Mariana Carneiro
    09/11/2011 at 14:06 (6 anos ago)

    Minha mãe me disse que minha avó já se baseava nesse livro na época que ela e os irmãos nasceram, mas a versão do meu tb é recente. kkkk
    E, sim, tem algumas coisas que dá para perceber facilmente que não são mais recomendadas, então, acho que cabe mesmo ao bom senso (e o pediatra) de cada um.
    Mas não é nenhum bicho de sete cabeças também, acho que vale a pena a compra, sim! =D

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *