Acredite, no Brasil existem mais de 10 milhões de pessoas como algum tipo de deficiência auditiva. Uma grande parcela destes, são completamente surdos.

A surdez é uma perda parcial ou total da audição, também conhecida como deficiência auditiva.

Tipos de Surdez na Infância

Existem várias causas possíveis de perda auditiva em crianças, podendo serem classificadas em dois grupos:

A perda auditiva congênita, que significa que estava presente em uma criança no nascimento.

As crianças também podem ser afetadas pela perda auditiva adquirida, o que significa que ocorre após o nascimento. Nesse caso, chamamos de “perda auditiva adquirida”.

Principais Causas da Surdez na Infância

Existem diversos fatores que podem causar a perda auditiva congênita. Entre elas: Transtorno cerebral, síndromes genéticas, nascimento prematuro, uso de medicação ototóxicos pela mãe durante a gravidez, infecções maternas (herpes, toxoplasmose etc), abuso de drogas ou álcool pela mãe, entre outros.

No que refere à perda auditiva adquirida, entre suas principais causas estão: Um tímpano perfurado, lesões na cabeça, consumo de remédios ototóxicos, exposição a ruídos altos e, na maioria das vezes, infecções como meningite, sarampo e caxumba.

Quando procurar um médico?

A consulta deve ser marcada se o seu filho apresentar alguma alteração ou atraso na fala, ou caso você perceba sinais claros de surdez, é muito importante que você procure um fonoaudiólogo. Mas diagnosticar o problema, em alguns casos, não significa que o tratamento vai ser iniciado naquele momento.

Imagem: Google

A surdez pode prejudicar o desenvolvimento da fala, então fique ligada ao desenvolvimento verbal de seus filhos.

É importante que os pais, cuidadores, médicos, professores e outros conheçam os sinais de alerta da perda auditiva em crianças porque a perda auditiva precoce, especialmente a que não é diagnosticada, pode causar um desenvolvimento significativo e problemas emocionais para crianças com efeitos duradouros.

Educação dos Surdos no Brasil

Em 2017, a surdez e a Libras (língua de sinais) vieram à tona na mídia brasileira, após se tornar tema da redação do ENEM desse mesmo ano. Infelizmente, existem pouquíssimas escolas no Brasil focadas em alunos surdos. Porém, é importante que todos saibam que todo aluno surdo por direito a presença de uma intérprete de Libras em sua escola. Cabe ao governo e a direção da escola buscar tal profissional.

Imagem: Google

Na década passada, o aprender libras era algo muito focado entre pessoas que tinham surdez ou que tinham surdos em suas famílias. Hoje em dia, ter conhecimento nessa língua é considerado um diferencial profissional. Para os interessados, há até mesmo um completo curso de libras online.

Fique atenta ao ouvidinho de seu filho e nunca deixe de procurar um médico ao perceber possíveis de sinais de problemas de audição ou fala.

 

Formada em Nutrição, divide o tempo de trabalho entre a clínica, alimentação escolar e fotografia! Com 30 anos, é mãe de um super herói, blogueira desde a adolescência, meio nerd, adora música, moda, séries e filmes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *