andador_NO
imagem: Blog da Saúde

Certamente, você já viu pelas redes sociais a proibição da venda dos andadores no Brasil.

Várias amigas estão me perguntando sobre o assunto, já que eu tenho 2 pequenos que usaram o andador e fui procurar informações sobre essa proibição.

Desde de 2009, vem se comentando mais constantemente sobre os andadores e se são ou não úteis para nossos bebês.

Existe diversas, mais diversas mesmo, versões sobre ao lado negativo de se usar o andador, mas nenhuma,até o momento e nas minhas fontes de pesquisa, pareceram conclusivas.

Mas vamos nos atentar a Lei:

Segundo o site G1 Globo, a decisão foi da juíza Lizandra Cericato Villarroel, do Rio Grande do Sul, destacou que nenhuma das marcas comercializadas estão dentro das normas do Inmetro. A decisão partiu de uma ação judicial do do pediatra Rui Locatelli Wolf, da Sociedade Brasileira de Pediatria.

Já no site Agência Brasil, o pediatra Rui L. Wolf foi mais enfático,afirma que se não conseguir o banimento industrial dos andadores, irá tentar o banimento moral, alertando os pais sobre os malefícios que ele provoca.

Ainda no site, Agência Brail, o diretor de Qualidade do Inmetro – Alfredo Lobo,coloca que achou a medida da proibição muito drástica,apesar de relatos com acidentes,porém nenhum dos estudos foram conclusivos.

dc29b1441d1153c8ed0fe8660d3310e6

Alguns pediatras afirmam que atrapalha no desenvolvimento natural do bebê, porém nada que prove isso, de fato!

A proibição até o momento é para as marcas brasileiras,que já sentiram o impacto da Lei, o andador que custava em média R$100, lojas remarcaram os preços numa tentativa de tirar o estoque de andores colocando à venda por R$20!!

Todas as marcas testadas pelo Inmetro foram reprovadas em algum fator.

Se baseando pelo estudo estático solicitado pela Rede Globo ao Inmetro,grandes marcas foram reprovadas em 5 dos 10 testes feitos. O Canadá proibiu o equipamento em 2007.

dc29b1441d1153c8ed0fe8660d3310e6

A minha experiência com os andadores foram positivas, porém já vi acidentes causados com produtos, porém por negligência no uso.

Como qualquer outros aparelho, deve-se ser usado com adulto constatem ente supervisionando, não é uma forma de deixar o seu bebê livre ou independente,é apenas um brinquedo,que deve ter limite de uso, tempo e discernimento.

Tem bebês que nem se adaptam ao andadores, foi o caso do meu Raulzito,que hoje tem 1 ano e 1 mês, ele odiava ficar no andador e não se divertia nem por 1 segundo. Já minha Flor Flor, que tem 2 anos e 7 meses, se distraía bastante e passeava a casa toda e era a grande diversão dela.

Tem casos e casos, nê? Já vi mãe que deixavam os bebês no andador para TUDO, que até levava para ambientes fora de casa, como na casa de amigos e etc.

A proibição da venda existe, porém ainda cabe recurso e os fabricantes já avisaram que irão recorrer da decisão. Ainda se encontra muitos andadores à venda em diversos lugares e outras formas de adquirir.

Uma coisa é certa: no final temos que usar o bom senso e entender até onde é válido a proibição dos andadores e se faz necessário a proibição TOTAL. Até o momento ainda não há estudo oficiais que os andadores fazem mal ao desenvolvimento do bebê.

Até lá,o melhor é deixar o andador “pendurado” e buscar outras medidas de distração para os pequenos.
🙂

Divide o seu tempo de mãe de um casal com o blog e os projetos dele.
A rotina materna vai além de cuidar dos filhos: lê, pesquisa, analisa, filtra, inventa as melhores maneiras de tornar a vida de mãe mais leve, sem neuras e com muito bom humor!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *