É possível voltar à forma em pouco tempo com o auxílio de procedimentos eficazes e seguros

lipoaspiracao-a-laser

A gestação é, sem dúvidas, um dos períodos mais marcantes na vida de uma mulher, com toda a ansiedade pela espera do bebê e as transformações profundas pelas quais o corpo passa ao longo de nove meses. Após o parto, no entanto, é importante que as mães continuem cuidando da saúde. “Durante a gravidez, o corpo passa por diversas mudanças internas, comandadas por hormônios, para conseguir acomodar um bebê. Com o auxílio de tratamentos estéticos seguros, somados a cuidados com a alimentação e o retorno gradativo às atividades físicas, é possível ficar em forma em pouco tempo”, afirma a doutora Adriana Benito, médica especialista da rede Pró-Corpo Estética Avançada.

Segundo ela, a flacidez e o surgimento de estrias nas regiões da barriga e dos seios,  bem como o surgimento de vasinhos nas pernas, são as queixas mais comuns das mamães. Outra reclamação constante é o surgimento de olheiras e marcas de expressão no rosto, ocasionadas pelas noites mal dormidas durante os primeiros meses do bebê. Nessa etapa inicial, eles precisam ser amamentados a cada três horas, o que impede que as mães consigam ter uma noite inteira de sono.

Para compensar esses efeitos, assim que o organismo da mulher estiver recuperado da gestação, já é possível investir em procedimentos estéticos eficazes e seguros. A Dra. Adriana Benito comenta nove tratamentos estéticos indicados para quem quer se cuidar após os nove meses de gestação:

  1. Drenagem Linfática: Logo após o parto, o peso corporal e o líquido retido costumam diminuir significativamente, embora a mulher ainda fique um pouco inchada. Para auxiliar na eliminação do excesso de líquido contido entre as células do corpo, o mais indicado é fazer sessões do procedimento e beber muita água.
  2. Massagem modeladora: O objetivo da massagem é “desmanchar” a gordura acumulada dentro das células, transportando as toxinas do corpo para a corrente sanguínea e eliminando-as pela urina e pelo suor.
  3. Lipocavitação: Conhecido também como “lipoaspiração sem corte”, o método pode reduzir até três centímetros já na primeira sessão. Também modela o contorno do corpo, destaca as curvas e promove a redução das celulites.
  4. Radiofrequência: O principal objetivo da radiofrequência é tratar a flacidez leve a moderada. Seu efeito térmico estimula a produção de novas moléculas de colágeno, promovendo imediata contração das fibras do tecido e consequente remodelação do tecido.
  5. Luz Pulsada: A emissão de luz e calor do aparelho ativa a circulação sanguínea e estimula a remodelação do colágeno. Ele pode ser aplicado tanto para combater as estrias recentes e avermelhadas espalhadas pelo corpo como no rosto, para combater as olheiras e devolver a luminosidade da pele.
  6. Carboxiterapia: Pode ser aplicado na face para combater as olheiras ou no corpo para eliminar celulite, estrias, gordura localizada e flacidez. O procedimento é realizado através da infusão de gás carbônico em diferentes camadas da pele, promovendo uma melhor oxigenação.
  7. Roller: É um procedimento estético que promove a remoção das camadas danificadas da pele, estimulando a produção de um novo tecido fibroso, deixando a pele lisinha e combatendo as teimosas estrias. O procedimento é realizado por meio de um pequeno rolo com microagulhas de aço cirúrgico, que, ao deslizar pela pele, produz microperfurações superficiais.
  8. Heccus: Eficaz para tratar a gordura localizada e celulite, é feito com um equipamento que combina ultrassom de alta potência e correntes elétricas. O procedimento acelera o metabolismo do corpo, quebrando as células de gordura e melhorando a textura da pele.
  9. Peeling de Diamante: Indicado para as mamães que, durante a gestação, notaram o surgimento de manchas pelo rosto e também para as que estão com dificuldades para dormir durante os primeiros meses de vida do bebê. O tratamento proporciona uma melhor circulação sanguínea e renova a camada superior da pele, atenuando as manchas e linhas de expressão.

Antes de iniciar qualquer procedimento, é importante consultar um médico para analisar quais procedimentos a nova mamãe está apta a realizar, especialmente no período de aleitamento. “Dependendo da gestação e do tipo de parto, além de como está organismo da mulher, a liberação médica para cada tratamento pode variar”, afirma a médica.

Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing e comunicação e, além do Mãe do Ano, é responsável pelo Roteiro Baby JP, que divulga a programação infantil de João Pessoa, é presidente da Associação das Mulheres empreendedoras da Paraíba, tem uma banda de músicas infantis – a Catavento Colorido – e desenvolve atividades para crianças através da Colmeia Projetos Criativos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *