mamografia 3

Nos dias de hoje, a importância de realizar o exame de mamografia é indiscutível, uma vez que o câncer de mama é o segundo câncer mais frequente no mundo, de acordo com o INCA – Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Apesar de a mamografia existir há mais de 70 anos, sofrendo diversas alterações ao longo dos anos, muitas pessoas ainda tem dúvidas sobre a execução do exame.

As questões criadas causam insegurança e acabam por anular a realização do diagnóstico, podendo sofrer riscos maiores futuramente. O câncer de mama quando diagnosticado precocemente, tem 90% de chance de cura. Com isso, o governo vem criando diversas campanhas de incentivos para a prática do exame, mas de nada adianta se a paciente não entender a importância dessa prática em benefício à saúde.

Muitas mulheres acabam deixando para depois e acabam não realizando a mamografia sob modo anual. Algumas alegam que o retorno pode não ser o esperado, causando assim, receio em todas nessa fase.

mamografia

Veja abaixo algumas dúvidas e desculpas frequentes relacionada ao exame de imagem da mamografia.

  1. Eu sou muito jovem, não preciso realizar.
    O câncer de mama é mais comum em mulheres a partir dos 55 anos de idade, entretanto, pode ocorrer em mulheres jovens também. O exame de mamografia anual é indicado para mulheres acima dos 40 anos, porém mulheres mais jovens podem realizá-lo através do toque, ajudando muito em uma possível identificação.
    No entanto a preocupação maior fica para as mulheres acima dos 40 ou dos 35, caso obtenha histórico familiar.
  2. O exame é muito caro
    Os exames podem ser realizados em um laboratório de imagem, conveniado pelo seu plano de saúde, por exemplo, ou em hospitais públicos. Contudo também há o atendimento pelo SUS, no qual não é necessário qualquer taxa para a realização da mamografia e tem a mesma eficiência nos resultados.
  1. Não faço porque tenho medo do que pode ser encontrado
    Não tire conclusões precipitadas. 80% dos nódulos encontrados tendem a ser benignos. É melhor identificá-lo antes do que deixar agravar.
  2. Eu não tenho nódulos
    Isso é ótimo, mas a mamografia pode encontrar pequenos tumores de 1 milímetro até três anos antes de você poder senti-lo. Por isso a importância de ser feito o exame.
  3. Não corro risco, ninguém da minha família tem ou teve câncer de mama
    É verdade que com o histórico na família, a chance de ter a doença é muito maior, mas de 85% de mulheres que possuem a doença, não têm histórico familiar. Independente do caso faça o exame.
  4. O exame é muito doloroso
    A dor causada pelo exame é muito tolerável, é mais desconfortável do que doloroso. Mas para ajudar a evitar tais dores, agende seus exames depois da menstruação, quando seus seios estiverem menos sensíveis. Deixe claro para o médico que você está sensível – podendo tornar o exame menos doloroso.
  5. A radiação é muito arriscada
    A radiação é mínima, inclusive se realizar a mamografia digital, a qual tem maior precisão dos resultados não precisando ser repetidos. A radiação não prejudicará sua saúde.

Os questionamentos são inúmeros, porém não há uma justificativa plausível para não realizar os exames de mamografia. Qualquer tipo de câncer tem um procedimento muito delicado e invasivo no tratamento, e você pode evitar esse desconforto: realize o exame e evite problemas futuros.

Post Colaborativo MD Imagens

Mãe de Aécio e esposa de Renato, publicitária, especialista em Criação Visual e Multimídia, trabalha com marketing e comunicação e, além do Mãe do Ano, é responsável pelo Roteiro Baby JP, que divulga a programação infantil de João Pessoa, é presidente da Associação das Mulheres empreendedoras da Paraíba, tem uma banda de músicas infantis – a Catavento Colorido – e desenvolve atividades para crianças através da Colmeia Projetos Criativos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *